Guerrinha: Grêmio vai precisar jogar muito mais no mata-mata da Libertadores - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Provação01/10/2020 | 07h00Atualizada em 01/10/2020 | 07h00

Guerrinha: Grêmio vai precisar jogar muito mais no mata-mata da Libertadores

Força para superar a Católica foi a prova de que o time está longe de ser candidato ao caneco

Ainda é pouco. Verdade que o Grêmiogarantiu a vaga na próxima fase da Libertadores sem depender do seu último jogo. Mas também é verdade que, apesar da vitória, teve de fazer muita força contra a Católica, numa prova de que está longe de ser candidato ao caneco.

Nas disputas de mata-mata que se aproximam, o time do técnico Renato Portaluppi terá pela frente rivais mais exigentes e vai precisar jogar muito mais do que tem jogado.

Leia mais
Na Arena, Grêmio ostenta invencibilidade de 13 jogos contra o Inter
Após saída de Everton, Pepê tem 60% de participação nos gols do Grêmio nos jogos em que atuou


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros