Luciano Périco: sem a figura do articulador, o Grêmio não vai longe na Libertadores - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Desempenho fraco23/10/2020 | 07h00Atualizada em 23/10/2020 | 07h00

Luciano Périco: sem a figura do articulador, o Grêmio não vai longe na Libertadores

Tricolor jogou muito pouco no empate em 1 a 1 com o América de Cali-COL 

Luciano Périco: sem a figura do articulador, o Grêmio não vai longe na Libertadores Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação
Pós-jogo, Renato Portaluppi disse que está aguardando a contratação de um meio-campista de criação Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação

Na última rodada do grupo E da Libertadores, o Grêmio jogou muito mal na Arena. Uma equipe sonolenta dentro de campo no empate em 1 a 1. Sem Alisson, Renato Portaluppi colocou Orejuela para iniciar o jogo. Invenção, que acabou não dando certo. No intervalo, o treinador gremista tentou corrigir o erro com a entrada de Luiz Fernando. Pelo menos, o atacante sofreu um  pênalti. 

A cobrança da penalidade por Robinho foi como a atuação dele enquanto esteve em campo. Péssima! Inexplicável a teimosia de Renato em bancar o camisa 10 na falta do articulador do meio-campo. E ainda como castigo, o América de Cali-COL fez 1 a 0 na jogada seguinte após o pênalti desperdiçado. 

Matheus Henrique, com teste positivado de covid-19, fez muita falta no meio-campo. Outra questão que não tem explicação é a insistência de Renato com Thaciano, que entrou na etapa final. Enquanto isso, Darlan permanece arquivado no banco de reservas. Depois das trocas feitas pelo treinador, o meio-campo gremista virou uma bagunça, com jogadores exercendo funções que não estão habituados.

Leia mais
Gre-Nal nas oitavas da Libertadores? Veja quais são as chances para isso
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Grêmio no empate com o América de Cali
Quem pode ser o adversário do Grêmio nas oitavas de final da Libertadores

No final, o Grêmio só conseguiu um empate para diminuir o constrangimento, porque foi presenteado pelos colombianos com um pênalti, convertido por Diego Souza. O gol evitou o fiasco de uma derrota em casa. O que fica de principal lição é que o Grêmio precisa ter um articulador. De novo com problemas físicos, Jean Pyerre fica fora de combate por pelo menos mais duas semanas. O construtor de jogadas faz muita falta a equipe gremista. 

Na coletiva pós-jogo, além da confirmação da contratação do atacante argentino Churín, do Cerro Porteño-PAR, o técnico Renato Portaluppi falou que tem cobrado dos dirigentes a chegada de uma opção para executar a função de armador. Pelo jeito, já há um nome encaminhado. É a peça fundamental que faz falta na equipe gremista.  Agora os dirigentes precisam acelerar o processo.  Caso contrário, a vida do Tricolor na Libertadores não será longa.



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros