Cacalo: explicações sobre o desempenho do Grêmio - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão tricolor12/01/2021 | 07h00Atualizada em 12/01/2021 | 07h00

Cacalo: explicações sobre o desempenho do Grêmio

Atuação diante do Fortaleza ficou abaixo do esperado, mas contra o Palmeiras tenho certeza que veremos um time  ambicioso e guerreiro, como estamos acostumados

Cacalo: explicações sobre o desempenho do Grêmio Lucas Uebel / Grêmio, divulgação/Grêmio, divulgação
Tricolor não teve bom desempenho diante do Fortaleza e ficou no 0 a 0 no Castelão Foto: Lucas Uebel / Grêmio, divulgação / Grêmio, divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Na coluna anterior, abordei somente a péssima qualidade das arbitragens do Brasileirão. Na continuidade da rodada, vimos a comprovação dos lamentáveis erros acobertados pelo VAR. De que adianta nos valermos da tecnologia se ela é alimentada pelo ser humano, passível de cometer os mesmos equívocos que teria sem o vídeo? Mas não quero retornar a esse assunto, pois trata-se de uma matéria em que estaremos sujeitos a ter todo o tipo de prejuízos, travestidos de árbitro de vídeo.

A atuação do Grêmio diante do Fortaleza ficou abaixo do que se esperava. No entanto, quero divergir do que tenho ouvido e lido nas redes sociais. Pode até ser o inconsciente funcionando, mas não posso crer que os profissionais gremistas tenham diferentes atitudes entre uma competição e outra. Ou seja, na Copa do Brasil haveria esforço, e no Brasileirão isso não aconteceria.

Esses pensamentos poderiam até acontecer na véspera de uma decisão, mas jamais um mês antes. Quero dizer que ao time gremista, com escalação alternativa, é permitido jogar abaixo do que se espera, mas não por falta de esforço.

Leia mais
Grêmio chega a 13 empates no Brasileirão e atinge seu maior número nos pontos corridos
Grêmio tem apenas três vitórias como visitante no Brasileirão 2020
Grêmio começa preparação para enfrentar o Palmeiras e tem Geromel e Maicon como dúvidas

Motivação que varia

Talvez haja uma inconsciente e distinta motivação dependendo do jogo e do adversário — o que, reconheço, não deveria ocorrer. Mas isso é da natureza do ser humano.

Por exemplo, tenho certeza absoluta de que, após as críticas sofridas e em busca das primeiras posições, na sexta-feira (15), contra o Palmeiras, veremos um Grêmio diferente, ambicioso e guerreiro, como estamos acostumados.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros