Guerrinha: deu a lógica na final da Copa do Brasil - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Derrota07/03/2021 | 20h14Atualizada em 07/03/2021 | 20h14

Guerrinha: deu a lógica na final da Copa do Brasil

Grêmio foi apenas esforçado contra o Palmeiras e não conseguiu o hexa da competição

Guerrinha: deu a lógica na final da Copa do Brasil Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Grêmio, de Diogo Barbosa, perdeu por 2 a 0 para o Palmeiras, no domingo Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação

Não houve surpresas. Com uma vantagem nada pequena obtida dentro da Arena e mais qualidade, o Palmeiras confirmou, dentro da sua casa, sua superioridade. O time paulista não correu riscos do primeiro ao último minuto, derrotou um Grêmio apenas esforçado por 2 a 0 e faturou, com todos os méritos, o caneco da Copa do Brasil e uma bela grana de premiação.

Neste novo tropeço, ficou bem claro de que o Tricolor vai ter que se reinventar, com contratações, plano B na maneira de atuar, tudo para tentar chegar nas finais, como muitas vezes acontece, sem assistir à festa dos adversários.

Leia mais
Grêmio volta a perder para o Palmeiras e fica com o vice da Copa do Brasil
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Grêmio na derrota para o Palmeiras
Jogo do Grêmio contra o Ayacucho, pela Libertadores, pode acontecer fora do Peru

CASTIGO

A fila anda. Sem a vaga direta na Libertadores, o Grêmio não terá tempo para recuperar o fôlego e já vai precisar entrar em campo no meio da semana para outra decisão, contra o desconhecido peruano Ayacucho. Neste duelo, o Tricolor terá a obrigação de fazer a vitória dentro do Arena para não correr riscos no jogo da volta.

Certamente, pelo pouco que tem apresentado, o técnico Renato Portaluppi, de contrato renovado, com promessas de novas e pontuais contratações, vai de novo mexer na escalação em busca de vitórias e melhor futebol.

 PERGUNTINHA

De quantas contratações o Grêmio necessita? 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros