Luciano Périco: a grande surpresa que Tiago Nunes pode escalar no Grêmio no Gre-Nal - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Dúvidas gremistas22/05/2021 | 09h00Atualizada em 22/05/2021 | 09h00

Luciano Périco: a grande surpresa que Tiago Nunes pode escalar no Grêmio no Gre-Nal

Tricolor precisa de um empate contra o Inter para conquistar o tetra do Gauchão

Luciano Périco: a grande surpresa que Tiago Nunes pode escalar no Grêmio no Gre-Nal Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Treinador gremista deve mudar algumas peças em relação ao primeiro clássico Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação

A vantagem do Grêmio é inegável na disputa pelo Gauchão. O Tricolor joga por dois resultados: vitória e empate. Decide tudo dentro da Arena. Claro que, sem público nos estádios devido à triste pandemia que vivemos, as coisas se igualam em termos de fator local. Mas o páreo não está corrido. Ainda mais pelo fato de ser Gre-Nal. Qualquer favoritismo prévio em clássico resiste apenas até o apito inicial do árbitro. É preciso comprovar tudo dentro de campo.

A primeira questão que Tiago Nunes precisa decidir é a formação do meio-campo. Recuperado de lesão, Thiago Santos retorna para a primeira função. Fez falta no duelo do Beira-Rio. Lucas Silva e Maicon deixaram a saída de bola arrastada.

Leia mais
Após 11 anos na Europa, Douglas Costa volta ao Grêmio
VÍDEO: Mãe de Douglas Costa fala sobre retorno do jogador ao Grêmio: "Ele sempre sonhou"
Douglas Costa liga para Jean Pyerre e pede para usar a camisa dez do Grêmio

Por mais que tenha liderança e seja superior tecnicamente, o camisa 8 pode ficar como opção. Penso que Matheus Henrique e Darlan colocam mais dinâmica na execução das jogadas. Pelo que foi visto na Venezuela, Jean Pyerre deve começar como opção no banco.

Outra situação que o treinador gremista precisa decidir é quem vai ocupar o lado direito, onde Douglas Costa deve jogar assim que tiver condições. A disputa está aberta. Léo Pereira entrou quando Luiz Fernando se lesionou no primeiro clássico. Foi dele a assistência para o gol de Ricardinho. Com certeza, ganhou alguns pontos com Tiago Nunes.

Contra o Aragua, Léo Chú esteve muito bem. Serviu os companheiros e fez gol. Claro que precisamos dar o desconto da fragilidade do adversário venezuelano. Já Guilherme Azevedo ainda está pegando ritmo de jogo. Deixo uma questão: por que não escalar a qualidade de Pepê para fazer a parceria no ataque com Ferreira e Diego Souza? Seria uma grande surpresa para o Gre-Nal.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros