Cacalo: não é uma boa ideia preservar quase todo o time titular - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Tricolor08/06/2021 | 07h00Atualizada em 08/06/2021 | 07h00

Cacalo: não é uma boa ideia preservar quase todo o time titular

Tivemos exemplo recente de um clube que poupou e foi goleado. Por isso, Grêmio deve levar a campo o que tem de melhor contra o Brasiliense

Cacalo: não é uma boa ideia preservar quase todo o time titular Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Recuperado da covid-19, Tiago Nunes estará de volta à casamata do Tricolor Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Estamos assistindo que preservar quase um time inteiro em partidas importantes do Campeonato Brasileiro quase sempre vira tragédia. E defino como importantes os jogos da Série A, na medida em que todas elas valem os mesmos três pontos — sem importar se é o primeiro o último confronto. 

E tivemos um exemplo bem recente de um time grande que sofreu uma sonora goleada, deixando vários titulares no banco sem razão aparente. Já disse inúmeras vezes e não canso de repetir que não sou contra uma eventual preservação, desde que não estejam nas melhores condições clínicas e físicas. 

O técnico gremista Tiago Nunes, por todas as  virtudes que mostrou até agora, encontra-se em plena condições de definir a equipe titular para que o Tricolor vá com força total nas competições que tem pela frente. Creio também que as demonstrações dadas até agora nos fazem entender que já temos uma definição parcial de time, com algumas poucas dúvidas — como por exemplo na lateral esquerda e na composição total do meio campo. 

Leia mais
Fernando Henrique revela conselhos de Maicon e diz que prefere jogar de primeiro volante
Recuperado da covid-19, Tiago Nunes volta aos treinos e deve comandar o Grêmio contra o Brasiliense
Contrato renovado, aumento salarial e plano de carreira: como foi o retorno de Jhonata Robert ao Grêmio

Já tivemos a oportunidade de perceber os reservas que podem ter sequência, sem prejuízo, ao trabalho daqueles que costumeiramente vêm atuando. Não temos o melhor elenco do país, mas temos profissionais capazes de representarem o Tricolor, ainda mais agora, acrescidos de Douglas Costa.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros