Cacalo: triste e infeliz coincidência para o Grêmio - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão tricolor26/11/2021 | 21h28Atualizada em 26/11/2021 | 21h28

Cacalo: triste e infeliz coincidência para o Grêmio

Por infeliz coincidência, no mesmo dia e no mesmo mês da Batalha dos Aflitos, o Tricolor praticamente selou sua queda para a Série B

Cacalo: triste e infeliz coincidência para o Grêmio Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Grêmio praticamente selou sua queda para a Série B Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Em 26 de novembro de 2005, o Grêmio escreveu uma das mais bonitas histórias do futebol brasileiro, com a inigualável vitória na Batalha dos Aflitos, fugindo da Segunda Divisão. Por infeliz coincidência, no mesmo dia e no mesmo mês, o Grêmio praticamente selou sua queda para a Série B. 

 Confira a classificação e os jogos do Brasileirão 

De forma inacreditável o amado tricolor gaúcho foi derrotado em 19 rodadas, ficando um turno inteiro sem vencer, se contarmos o número de partidas. É inaceitável esta situação, na medida em que a equipe gremista não possui tanta dificuldade para ser rebaixada. 

Neste jogo contra o Bahia, parece que o time começou o jogo desligado, desconcentrado, para não dizer apático e omisso, durante todo o primeiro tempo. Os gols sofridos nesta etapa, foram a repetição, por exemplo, do que foi visto contra o América-MG. 

Leia mais
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Grêmio na derrota para o Bahia
Grêmio pode ser rebaixado matematicamente à Série B na próxima rodada; veja o cenário
Grêmio perde para o Bahia e fica em situação delicada na luta contra o rebaixamento

A partir do retorno do intervalo, se esperava uma melhora substancial na atuação. Até que melhorou de certa forma, mas, sem, jamais, levar perigo ao gol baiano. É  verdade que os atletas tentaram no segundo tempo, mas faltou força e qualidade para mudar o placar. 

Não responsabilizo isoladamente quem quer que seja, pois foram 19 derrotas com vários treinadores e diversas formas de atuar. Houve erros generalizados repetidamente ocorridos e nunca teve força suficiente para reagir, como se esperava daqueles que comandam e vestem a sempre gloriosa camisa tricolor.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros