Zé Victor Castiel: "Protesto é necessário, mas sem violência " - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Colorada23/11/2016 | 08h15Atualizada em 23/11/2016 | 08h15

Zé Victor Castiel: "Protesto é necessário, mas sem violência "

Zé Victor Castiel: "Protesto é necessário, mas sem violência " Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Zé Victor Castiel
Zé Victor Castiel

castiel.ze@gmail.com

Vi pelas redes sociais uma combinação de alguns "colorados" para ir ao Beira-Rio no próximo domingo, quando o Inter enfrentará o Cruzeiro, às 17h, para protestar contra a situação em que o clube foi colocado.

Seria totalmente legítimo se o post não recomendasse que idosos e crianças ficassem longe do estádio pelo risco de quebra-quebra.

Protestar é o que nos resta. É absolutamente necessário que a torcida tenha esse meio para manifestar seu descontentamento e decepção. O que alguns devem ter muito claro é o fato de que qualquer ato que divirja dos parâmetros normais de um jogo de futebol pode ser levado ao Tribunal de Justiça Desportiva e ocasionar a interdição do Beira-Rio para 2017 ou até penas mais pesadas.

Partindo de que só um milagre nos salva do descenso, seria catastrófico disputar um campeonato dificílimo, como é a Série B, sem contar com o fator desequilibrante que é a casa do Colorado. Fico imaginando a depressão de vermos o Colorado jogando no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, por exemplo. Temos que zelar por nossa autoestima, a mesma que está sendo pisoteada por quem está diminuindo o tamanho do Inter.

Minha proposta
Proponho irmos ao jogo domingo para torcer por nosso time e, se for o caso, protestar, mas dentro de parâmetros razoáveis.

Vaias, gritos de guerra e tudo que não remeta à violência. O pior está para acontecer e cabe a nós não torná-lo mais grave.

Leia outras colunas da Paixão Colorada

*Diário Gaúcho

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros