Zé Victor Castiel: "Esperando de braços abertos" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Colorada20/12/2016 | 08h47Atualizada em 20/12/2016 | 08h47

Zé Victor Castiel: "Esperando de braços abertos"

Zé Victor Castiel: "Esperando de braços abertos" Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS
Zé Victor Castiel
Zé Victor Castiel

castiel.ze@gmail.com

D'Alessandro está voltando. Há quem diga que isso não representa muito e que o "gringo", como jogador de futebol, já não apresenta as mesmas condições que fizeram com que se tornasse ídolo absoluto da torcida colorada.

Discordo. D'Ale continua um atleta exemplar, com o hábito de ser sempre o primeiro a chegar aos treinamentos.

Se adaptou a Porto Alegre como poucos jogadores estrangeiros.

Subverteu o costume do futebol moderno no qual os grandes jogadores passam poucas temporadas em um clube. Quando chegou ao Inter, deixou claro que não vinha só para "somar", mas sim para fazer a diferença. E fez.

O meia é líder dentro e fora do campo, além de desenvolver um futebol portenho, daqueles de encher os olhos.

Com D'Ale, o Inter sempre teve assegurado o direito de se indignar diante de erros de arbitragem e dificuldades impostas pelos jogos.

Não é por acaso que em 2016 o Colorado sucumbiu drasticamente ao marasmo e a falta de gana. O argentino foi praticamente obrigado a sair daqui depois de ver rebatida, por um dirigente esporádico, sua afirmação de que a Primeira Liga seria prejudicial aos jogadores. Esse dirigente deu uma entrevista em que dizia: "Jogador é pago para jogar". Disse isso para D'Alessandro?

Ambiente diferente
Com seu retorno confirmado, encontrará uma torcida machucada e perplexa, mas que o receberá de braços abertos e com a esperança renovada em tudo aquilo que D'Alessandro foi, é e ainda poderá ser para o Inter. Volta D'Ale! Estamos precisando muito.

Leia outras colunas da Paixão Colorada

*Diário Gaúcho

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros