Guerrinha: "Identidade" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Guerra Total19/05/2017 | 08h01Atualizada em 19/05/2017 | 08h01

Guerrinha: "Identidade"

Victor Cuesta deu conta do recado na zaga do Inter contra o Palmeiras

Guerrinha: "Identidade" Ricardo Duarte/Sport Club Internacional
Foto: Ricardo Duarte / Sport Club Internacional

Agradou em cheio. Num jogo complicado, em que foi mais exigido do que em todas as outras vezes, o argentino Victor Cuesta deu uma bela resposta. Foi, de longe, a melhor atuação do zagueiro argentino, que deu conta do recado nas bolas aéreas, utilizou o atalho com sucesso e, finalmente, apresentou sua identidade técnica.

Goleador – Era questão de tempo. Após os primeiros jogos, sempre com pouco tempo em campo, que renderam desconfianças, o paraguaio Lucas Barrios começa a mostrar sua principal característica: marcar gols. Pela amostragem, o gringo carimbou a vaga no time e empurrou para o técnico Renato Portaluppi uma questão que está bem próxima de ser definida: quem sai para a volta de Bolaños.

Inacreditável – Difícil de acreditar. Cheio de vantagens, o Flamengo saiu na frente do San Lorenzo, levou o empate, sofreu o segundo gol, perdeu o jogo e acabou a fora da Libertadores. Grande decepção para quem priorizou a competição, investiu forte nas contratações e agora tenta salvar o ano com o Brasileirão, tarefa possível, mas complicada.

Sobrevida – Aconteceu o improvável. Quando parecia quase fora da festa, a Chapecoense derrotou o Lanús, fora de casa, e vai fechar a primeira fase, em casa, contra o Zulia, com todas as chances de seguir no baile.

Perguntinha – O Inter não vai contratar um armador?

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros