Zé Victor Castiel: "Mudanças obrigatórias" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão colorada17/10/2017 | 07h00Atualizada em 17/10/2017 | 07h00

Zé Victor Castiel: "Mudanças obrigatórias"

Sem Dourado, Edenilson, Sasha e Damião, Guto Ferreira é forçado a mudar estrutura tática

Zé Victor Castiel: "Mudanças obrigatórias" Ricardo Duarte / Inter, Divulgação/Inter, Divulgação
Foto: Ricardo Duarte / Inter, Divulgação / Inter, Divulgação
Zé Victor Castiel
Zé Victor Castiel

castiel.ze@gmail.com

Pela primeira vez desde que assumiu o comando técnico do Internacional, Guto Ferreira abrirá mão do esquema tático que vem se mostrando tão eficaz na campanha de volta à Primeira Divisão. Com as defecções por lesão e suspensões, o técnico se vê, repentinamente, sem Dourado, Edenilson, Sasha e Damião, jogadores que podem ser considerados os pilares da estratégia tática forjada para que o Inter pudesse obter o êxito que temos presenciado.

Os substitutos parecem óbvios, embora obriguem a mudanças que, talvez, não estivessem nos planos neste momento. Guto acena com a inclusão do jovem Jeferson no lugar de Edenilson. Este jogador possui características de primeiro volante e jogará ao lado de Charles no meio-campo de contenção.

Sem um jogador com as características de Edenilson, o Inter jogará com dois armadores e dois atacantes. Os meias serão D'Ale e Camilo, e os atacantes, Nico e Pottker. Jogando desta maneira, tudo indica que o Inter equilibrará os sistemas defensivo e ofensivo e terá boa capacidade de atacar o adversário.

Um time interessante

Aposto em Camilo recuando um pouco e fazendo o elo de ligação, e D'Ale na armação propriamente dita. No ataque, veremos, provavelmente, Pottker jogando mais centralizado, como centroavante, e Nico López flutuando para buscar jogadas de velocidade em contra-ataques.

Será interessante ver o Inter jogando desta maneira. É hoje!

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros