Zé Victor Castiel: "O novo técnico tem que vir para administrar e não para 'apagar incêndios'" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Colorada22/11/2017 | 10h45Atualizada em 22/11/2017 | 10h49

Zé Victor Castiel: "O novo técnico tem que vir para administrar e não para 'apagar incêndios'"

O clube precisa navegar um tempo por águas calmas e, para isto, um projeto é fundamental

Zé Victor Castiel: "O novo técnico tem que vir para administrar e não para 'apagar incêndios'" Fernando Gomes / Agência RBS/Agência RBS
Após a saída de Guto Ferreira, Colorando ainda está sem titular da casamata para 2018 Foto: Fernando Gomes / Agência RBS / Agência RBS
Zé Victor Castiel
Zé Victor Castiel

contato@zevictorcastiel.com

As especulações que circulam sobre o novo treinador do Inter esbarram no absoluto silêncio da direção, que, apesar de sinalizar que está trabalhando, só admite abordar o assunto no final do campeonato. Na verdade, o que o Inter deve estar preparando é um projeto para o próximo ano. Talvez seja esta atitude que vai determinar o perfil do novo técnico. 

Penso que 2018 será de transição. As prioridades devem obedecer à necessidade de o time não passar mais por oscilações. O clube precisa navegar um tempo por águas calmas e, para isto, um projeto é fundamental. 

O novo técnico deve, de preferência, chegar para administrar a parte técnica de forma proativa, e não mais para "correr atrás da máquina", dedicando tempo precioso para aparar arestas e "apagar incêndios". 

Clube e torcida merecem esta calma. É claro que os resultados vão determinar os rumos do vestiário colorado, embora saibamos que a firmeza e determinação em utilizar e bancar um bom projeto seja o caminho menos tortuoso para se obter sucessos futuros. 

O que espero mesmo, é que o Inter descarte, de uma vez por todas, a convicção de que a troca de treinador é o que arruma a casa nos momentos de crise. 

Autonomia para trabalhar 

É exatamente por isso que acredito na ideia de que o novo comandante deva ter força comprovada, respaldo de torcida e direção e, sobretudo, autonomia para implantar suas ideias. 

É um árduo trabalho em conjunto, que deve gerar frutos se for implantado de maneira objetiva e planejada. 

Leia outras colunas da seção Paixão Colorada

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros