Marcelo Carôllo: "O campeonato da ilusão" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada29/01/2018 | 07h00Atualizada em 29/01/2018 | 07h00

Marcelo Carôllo: "O campeonato da ilusão"

Há décadas o nosso Estadual nos ludibria. Jogadores comuns aparecem como craques, esquemas de jogo que mais tarde se provariam absolutamente ineficazes nascem como grande revolução

Marcelo Carôllo: "O campeonato da ilusão" Lauro Alves/Agência RBS
Foto: Lauro Alves / Agência RBS

Nenhuma outra competição no planeta Terra possui tanto poder de iludir quanto o Campeonato Gaúcho. Não é exagero deste interino, te garanto. Há décadas o nosso Estadual nos ludibria. Jogadores comuns aparecem como craques, esquemas de jogo que mais tarde se provariam absolutamente ineficazes nascem como grande revolução. 

O maior exemplo do poder enganatório deste torneio não é colorado. Lembras daquela vez em que, após uma vitória no Estadual, os gremistas acharam que poderiam virar o 3x0 diante do Boca na final da Libertadores? É um grande mentiroso, esse tal de Gauchão.

Por isso estou evitando tecer grandes elogios ao que o Inter vem apresentando no ano. Foram quatro jogos bem jogados, é verdade. Titulares e reservas estão entrando bem, é verdade. Odair parece que tem um plano de jogo bastante definido e interessante, concordo. Mas paremos por aí. Já vimos esse filme em que o sucesso regional dá lugar a uma sequência de tragédias no decorrer do ano. Fomos campeões gaúchos no ano do nosso rebaixamento, lembra?

A única taça possível

Começa nesta semana a única competição que poderá nos trazer grandes alegrias neste ano. Enquanto o Gauchão nos engana e o Brasileiro é um sonho, a Copa do Brasil aparece como o que de mais divertido teremos em 2018. Na quarta-feira o Inter enfrenta o Boavista-RJ, em um estádio do Paraná. Tudo indica que as arquibancadas estarão tomadas da nossa gente, fazendo dessa primeira fase quase um jogo em casa.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros