Marcelo Carôllo: "O campeonato da ilusão" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada29/01/2018 | 07h00Atualizada em 29/01/2018 | 07h00

Marcelo Carôllo: "O campeonato da ilusão"

Há décadas o nosso Estadual nos ludibria. Jogadores comuns aparecem como craques, esquemas de jogo que mais tarde se provariam absolutamente ineficazes nascem como grande revolução

Marcelo Carôllo: "O campeonato da ilusão" Lauro Alves/Agência RBS
Foto: Lauro Alves / Agência RBS

Nenhuma outra competição no planeta Terra possui tanto poder de iludir quanto o Campeonato Gaúcho. Não é exagero deste interino, te garanto. Há décadas o nosso Estadual nos ludibria. Jogadores comuns aparecem como craques, esquemas de jogo que mais tarde se provariam absolutamente ineficazes nascem como grande revolução. 

O maior exemplo do poder enganatório deste torneio não é colorado. Lembras daquela vez em que, após uma vitória no Estadual, os gremistas acharam que poderiam virar o 3x0 diante do Boca na final da Libertadores? É um grande mentiroso, esse tal de Gauchão.

Por isso estou evitando tecer grandes elogios ao que o Inter vem apresentando no ano. Foram quatro jogos bem jogados, é verdade. Titulares e reservas estão entrando bem, é verdade. Odair parece que tem um plano de jogo bastante definido e interessante, concordo. Mas paremos por aí. Já vimos esse filme em que o sucesso regional dá lugar a uma sequência de tragédias no decorrer do ano. Fomos campeões gaúchos no ano do nosso rebaixamento, lembra?

A única taça possível

Começa nesta semana a única competição que poderá nos trazer grandes alegrias neste ano. Enquanto o Gauchão nos engana e o Brasileiro é um sonho, a Copa do Brasil aparece como o que de mais divertido teremos em 2018. Na quarta-feira o Inter enfrenta o Boavista-RJ, em um estádio do Paraná. Tudo indica que as arquibancadas estarão tomadas da nossa gente, fazendo dessa primeira fase quase um jogo em casa.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros