Ataque e goleiro: os mistérios do Inter para o Gre-Nal 413 - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gauchão09/03/2018 | 07h28

Ataque e goleiro: os mistérios do Inter para o Gre-Nal 413

Clássico de domingo é válido pela última rodada da primeira fase do Estadual

Ataque e goleiro: os mistérios do Inter para o Gre-Nal 413 VINíCIUS COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Wilkiam Pottker é um dos prováveis desfalques Foto: VINíCIUS COSTA / FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Inter fará mistério até o dia do Gre-Nal, e tratará William Pottker e Leandro Damião como dúvidas para o clássico. O treino fechado de ontem, no Beira-Rio, faz parte desta estratégia. Mas os dois estão fora do clássico de domingo. Ambos não terão adquirido condições físicas mínimas para encarar o Grêmio.

Leandro Damião recupera-se de uma contratura cervical. As fortes dores nas costas atrapalharam seu futebol e o afastaram da equipe desde o jogo contra o Remo, em 21 de fevereiro. Aquela partida, em Belém, ficou marcada pelo primeiro gol do centroavante em 2018

Leia mais
Inter terá recorde de estreantes para Gre-Nal deste domingo
Titulares, reservas ou transição? Confira o desempenho da dupla Gre-Nal no Gauchão
Enderson elogia ex-Inter: "A gente soube usá-lo bem"

William Pottker atuou sete vezes na temporada e marcou cinco gols. Vivia um momento de afirmação dentro de campo e de expectativa fora dele (sua filha Valentina estava por nascer em Santa Catarina). Mas, contra o Juventude, em 15 de fevereiro, sentiu uma fisgada forte na coxa direita e saiu de campo mais cedo. Teve lesão detectada e só agora começou a fazer recondicionamento físico.

Os substitutos dos atacantes também serão mantidos em sigilo, mas as apostas maiores são em Nico López aberto pela direita e Roger centralizado. A escolha de Roger é natural: centroavante de origem, experiente e com bom retrospecto em clássicos — principalmente pelo Botafogo —, é o substituto de Damião. 

Nico não é bem um espelho de Pottker. O uruguaio é mais habilidoso e tem em dribles e chutes de média distância suas principais virtudes. Pesa contra ele seu menor poder de marcação e mais dificuldade para recomposição. O brasileiro é um jogador de mais força física e maior obediência tática, além de ser goleador. 

Há outras saídas para Odair: escalar Marcinho pelo lado direito, tirando Nico ou o deslocando para o centro do ataque, deixando Roger no banco. Wellington Silva até poderia ser uma alternativa, mas está fora de ritmo de jogo. Juan Alano está na frente de Camilo em uma eventual opção por um jogador de mais cadência pelo lado direito.

— É o último jogo da classificação. Jogamos em casa, e esperamos fazer valer o mando de campo e a força da nossa torcida. Eu acho que o clássico tem a sua importância, independente se vale ou não três pontos. Se classifica, se é oitavas... Mas é um clássico. Aqui, a rivalidade é muito grande. A gente espera a evolução da equipe que está jogando, fez bons jogos. A gente espera que consiga transferir tudo o que fazemos no jogo, nos treinos — despistou Odair Hellmann.

Nos demais setores da equipe, não há dúvida. Dudu, Klaus, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, D'Alessandro e Patrick, todos estão confirmados. No gol, Marcelo Lomba deve seguir atuando mesmo que Danilo Fernandes tenha voltado às atividades. A falta de ritmo de jogo pode ser um fator decisivo para definir o goleiro do clássico.

— A gente não pensa muito nisso, quer apenas trabalhar forte. Temos um grupo que é muito unido, muito amigo e todos querem defender o Inter com a maior raça, a maior vontade, e o objetivo maior é a gente ganhar o título — disse Marcelo Lomba.

E o discurso de mistério foi bem ensaiado. Escalado para conceder entrevista coletiva após o treino fechado de ontem, o volante Edenilson não revelou qualquer nome:

— Nem nós sabemos ainda quem vai jogar. Como teve jogo ontem, muita gente ficou de fora do treino.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!   

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros