Neto Fagundes: "Inter mostrou que tem vontade e condições de vencer" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada13/03/2018 | 07h35Atualizada em 13/03/2018 | 07h35

Neto Fagundes: "Inter mostrou que tem vontade e condições de vencer"

Aos poucos, time vai entendendo o que o técnico Odair quer e onde ele pretende chegar

Neto Fagundes: "Inter mostrou que tem vontade e condições de vencer" Fernando Gomes/Agencia RBS
Time capitaneado por D'Alessandro mostrou poder de reação no segundo tempo do Gre-Nal do Beira-Rio Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

 Nunca é bom competir e não ganhar, mas podemos aprender com as derrotas, tirarmos desses momentos o ensinamento para outros desafios, e o desafio do Inter, agora, é não perder mais no Gauchão. Temos dois Gre-Nais pela frente. 

O primeiro será na Arena e o segundo, no Beira-Rio. Com certeza, será um momento histórico.

O Inter, diferentemente do Grêmio, ainda é um time em formação, mas já demonstrou no segundo tempo do Gre-Nal que tem vontade de vencer e condições de vencer. Aos poucos, vai entendendo o que o treinador quer e onde ele quer chegar. Com a presença do Leandro Damião e do Pottker, o Inter ganha em velocidade e marcação, duas coisas que tornam uma equipe forte para competir. 

Tem um colorado muito gente fina que criou um grupo de amigos para trocarmos informações e notícias sobre o Sport Clube Internacional. Carlos Cardoso é o nome da fera. Ali estão renomados colegas de música, teatro, rádio e televisão, mas só para falar de Inter, sem promoções próprias. Às vezes, dá umas roscas, mas tudo é resolvido na mesma hora. 

Só para citar alguns nomes desse time que estão por lá: Tânia Carvalho, Serginho Moah, André Damasceno, Elton Saldanha, Vera Armando, Cristina Sorrentino, Gaúcho da Fronteira, Pirisca Grecco, Ernesto Fagundes e grande elenco. Grande mesmo, faltou muita gente para citar aqui: Dorotéo, João Luiz Corrêa, Zé Natálio, Jairo Reis, Raul Quiroga e muito mais. Baita ideia do Cardoso.

Cônsul do Internacional

Recebi meu título de Cônsul do Internacional das mãos do jogador Fernandão, no seu restaurante aqui em Porto Alegre. Cheguei com a minha família, e ele nos recebeu na porta com sua elegância e educação. Era um craque dentro e fora dos campos, um jogador que elevou o nível do futebol brasileiro com muito talento e raça. Nunca um torcedor do Inter deixará de ouvir o grito dele ecoando no Beira Rio: "Vamos, vamos, Inter!!" Vamos continuar cantando alto, bem como pediu o Fernandão. 

Um forte abraço para o Jair, "O Príncipe Jajá ", sempre presente em todos os jogos do Internacional, torcendo e se emocionando com o time que ele tantas vezes defendeu. Sempre que encontramos com ele, estamos encontrando uma página importante no livro da vida do Inter.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros