Cinco atrações do jogo-treino entre Inter e São José - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Mais um teste05/04/2018 | 07h44

Cinco atrações do jogo-treino entre Inter e São José

Partida será às 16h desta quinta-feira no Estádio Beira-Rio com entrada mediante doação de alimento

Cinco atrações do jogo-treino entre Inter e São José Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Partida terá uma série de atrações Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Os 15 dias do Inter sem jogos oficiais, após a prematura eliminação nas quartas de final do Estadual, fizeram Odair Hellmann refletir sobre como melhorar o time com urgência. Sem os atacantes titulares, com uma vasta folga no calendário, com dúvidas no gol, na zaga e, obviamente, no ataque, o treinador colorado terá nesta quinta-feira mais uma chance para encontrar uma formação minimamente confiável para passar pelo Vitória na Copa do Brasil, além de começar o Campeonato Brasileiro sem grandes sobressaltos. 

O jogo-treino com o São José, às 16h, no Beira-Rio, com ingresso sendo a doação de um agasalho ou um quilo de alimento não perecível, será a última chance de ajuste da equipe antes do começo do mata-mata com o Vitória (no dia 11, em casa). No sábado, Odair mostrou diante do Caxias aos mais de 2 mil colorados presentes ao Beira-Rio, que o Inter ainda precisa se aprimorar muito se não desejar fazer de 2018 apenas uma temporada para se manter entre os grandes, para seguir adiante na Copa do Brasil, e para não rondar a temida zona de descenso no Brasileirão. Caso sonhe algo maior, o time não está pronto. 

Leia mais
Valor baixo e parcelado dá ao Inter a certeza da permanência de Edenilson 
Odair repete time e Inter deve encarar o São José com Rossi e Roger 

É possível que, assim como ocorreu no 0 a 0 no jogo-treino com o Caxias, o Inter utilize mais de 22 jogadores. Que comece a partida com uma equipe e, no segundo tempo, a modifique por completo. Assim, o torcedor poderá fazer algumas comparações. Zero Hora apresenta as disputas que estarão em jogo neste novo treinamento colorado:

O gol

Danilo Fernandes não disputa uma partida sequer há 49 dias. Uma lesão muscular na coxa direita, sentida durante a vitória por 3 a 1 sobre o Juventude, afastou o camisa 1 dos gramados. Pela segunda temporada seguida, Danilo perde tempo devido a uma contusão (no ano passado, sofreu uma fratura no dedo mínimo do pé esquerdo, voltando às pressas para a final do Gauchão, e jogando longe de suas melhores condições). Desta vez, porém, há chances reais de perder espaço no time. Marcelo Lomba assumiu o gol do Inter desde a baixa do titular, teve um desempenho superior ao de Danilo no ano, e colocou pressão sobre o treinador de goleiros Daniel Pavan: ele terá de informar a Odair quem é o melhor no momento. No jogo-treino com o Caxias, Lomba salvou o Inter em pelo menos dois lances no primeiro tempo, enquanto que a segunda etapa ficou a cargo de Daniel. 

A zaga

Ainda que na temporada (Gauchão e fases iniciais da Copa do Brasil) os números do Inter sejam bons (a defesa sofreu 11 gols em 17 jogos), a zaga não inspira segurança. Klaus começou o titular ao lado de Victor Cuesta, mas perdeu a posição assim que Rodrigo Moledo demonstrou mínimo ritmo de competição - após o seu retorno do futebol grego. Odair deverá dar 45 minutos para Moledo e Cuesta, e outros 45 minutos para Klaus e Thales. O ex-Juventude precisa recuperar a posição. O curioso é que, apesar das recentes falhas (sobretudo nos dois primeiros Gre-Nais do ano), o zagueiro argentino jamais teve a sua titularidade contestada. Uma das justificativas é ele ser o único zagueiro canhoto do elenco.

As laterais

Desde a saída de William, no ano passado, a lateral direita do Inter é uma terra de ninguém. Por lá já passaram de Fabinho a Ruan, passando por Edenilson e Dudu. Agora, Fabiano, contratado ao Palmeiras, é o novo titular. Mas ainda nem teve tempo de provar que tem condições de se manter na função. No lado esquerdo, tudo indica que Iago manterá a vaga no time titular - ainda que não tenha ido bem nos clássicos. Mas Uendel está de volta e é sempre candidato à lateral esquerda. 

O meio-campo

Ainda que o setor com Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick e D'Alessandro pareça consolidado, Odair ainda não conseguiu conectar os meias com os atacantes. Prova disto é que, sem Pottker há quase 50 dias, o ataque do Inter sobrevive de jogadores de outras funções. Há sempre a alternativa de sacar um homem de frente e escalar Gabriel Dias no setor, como foi no começo do clássico contra o Grêmio, vencido por 2 a 0 pelo Inter.

O ataque

Aqui, o setor mais prejudicado da equipe. As ausências de Pottker e de Damião pulverizaram o setor ofensivo do Inter. Desde que os dois deixaram o time por lesões, os atacantes colorados respondem por apenas um gol em oito jogos - Nico López, de pênalti, em Inter 2x0 Grêmio. Pottker, fora de ação há quase 50 dias, segue o artilheiro da equipe no ano, com cinco gols. Dos 25 gols marcados pelo Inter em 2018, os atacantes respondem por 11 deles. 

Sem os atacantes titulares, Odair Hellmann passou a fazer deste setor um carrossel de jogadores. Já passaram por ali Roger, Nico, Wellington Silva, Brenner, Rossi e Marcinho. E, até o momento, ninguém conseguiu se firmar como titular. Destes jogadores, Rossi é quem deverá receber mais chances a partir de agora. Odair Hellmann tenta fazer com que o ataque do Inter volte a funcionar antes de encarar o Vitória. 

Serviço do jogo-treino

Provável time: Danilo Fernandes (Marcelo Lomba); Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago (Uendel); Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick, D'Alessandro e Rossi (Wellington Silva); Nico López.
Horário: 16h
Local: Estádio Beira-Rio
Ingressos: doação de um quilo de alimento não-perecível ou um agasalho
Acesso: através do Portão 10, Rampa 2. O estacionamento será livre para sócios, e custará R$ 10 para não-sócios

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!   

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros