Guerrinha: "Inter abriu mão de enfrentar um rival nada assustador" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra Total20/04/2018 | 07h00Atualizada em 20/04/2018 | 07h00

Guerrinha: "Inter abriu mão de enfrentar um rival nada assustador"

Time economizou futebol e está fora da Copa do Brasil

Guerrinha: "Inter abriu mão de enfrentar um rival nada assustador" Maurícia da Matta / Divulgação EC Vitória/Divulgação EC Vitória
Eliminação precoce na Copa do Brasil Foto: Maurícia da Matta / Divulgação EC Vitória / Divulgação EC Vitória

Acabou o sonho. 

Num jogo em que tinha a vantagem do empate, o Inter economizou futebol, perdeu no tempo normal para o Vitória, por 1 a 0, perdeu também nos pênaltis e deu adeus à chance de brigar pelo caneco da Copa do Brasil. 

Uma eliminação merecida para quem jogou um primeiro tempo razoável, mas abriu mão de enfrentar um rival nada assustador na segunda etapa e acabou sofrendo um golpe fatal.

SATISFEITO 

Com a franqueza habitual, sem rodeios, o presidente Romildo Bolzan afirmou com todas as letras que o Grêmio está bem servido de laterais e que a procura do clube está voltada para um reserva na zaga. Na opinião do dono da última palavra no clube, o Tricolor está muito servido com Léo Moura, Leonardo Gomes, Madson, Cortez e Marcelo Oliveira.

GARANTIDO 

Assunto liquidado. Fora de casa, num jogo cabeludo, o Corinthians derrotou o Independiente, chegou aos sete pontos e, faltando três jogos, já pode comemorar a passagem de fase da Libertadores. Pelo andar da carruagem, o Timão vai tirar o sono de muita gente.

BOBEIRA 

Mais um tropeço. Ainda com estádio sem público, o Flamengo deu outra chance para o azar, empatou com o Santa Fe-COL e deixou a impressão de que vai ter que fazer força para passar de fase. Só para lembrar, o Mengão ainda não ganhou como mandante, e isso sempre é muito perigoso.

Perguntinha

Quem é o melhor substituto de Luan?

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros