Cacalo: "Brasil se classificou sem susto" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor28/06/2018 | 07h00Atualizada em 28/06/2018 | 07h00

Cacalo: "Brasil se classificou sem susto"

Numa partida fraca tecnicamente, o Brasil venceu a Sérvia quando quis e como quis em um jogo que parecia amistoso

Cacalo: "Brasil se classificou sem susto" Anderson Fetter/Agencia RBS
Neymar pareceu mais humilde e contribuiu para a vitória brasileira, porque se trata de um craque, que deve crescer de produção. Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Numa partida que achei fraca tecnicamente, o Brasil venceu a Sérvia, sem risco. Parecia um jogo amistoso: o time brasileiro venceu quando quis e como quis. O adversário era muito inferior. De qualquer modo, percebi avanço na atuação brasileira.

A dupla de zaga teve boa atuação, anulando por inteiro qualquer tentativa dos sérvios.

Considerando que as atuações individuais demonstraram algum crescimento, por via de consequência, o conjunto também melhorou. E nem foi uma melhora substancial, mas o suficiente para vencer a partida.

Neymar  pareceu mais humilde e contribuiu para a vitória brasileira, porque se trata de um craque, que deve crescer de produção. Paulinho esteve bem e marcou um gol ao seu estilo. Por uma questão de justiça, mais uma vez o melhor jogador do Brasil foi Philippe Coutinho. Teve ampla movimentação, técnica e visão de jogo. 

Incógnita

O próximo jogo  contra o México  é uma incógnita. Eles são irregulares, jogam uma bem e outra mal. E sua vitória sobre a Alemanha ficou desvalorizada pela campanha dos germânicos.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros