Neto Fagundes: "Depois do tango argentino, que nossa classificação seja um samba" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada27/06/2018 | 07h00Atualizada em 27/06/2018 | 07h00

Neto Fagundes: "Depois do tango argentino, que nossa classificação seja um samba"

Temos a responsabilidade de mostrar nosso futebol, e queremos ver como se comportará o time em mais um jogo complicado e de marcação forte. 

Neto Fagundes: "Depois do tango argentino, que nossa classificação seja um samba" Anderson Fetter/Agencia RBS
Tite sabe o que tem de ser feito Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS

Na terça-feira, nossa vizinha Argentina escreveu mais um capítulo na história das Copas, venceu um jogo que, com certeza, serviria de inspiração para qualquer autor de tango encher os bolsos com direito autoral. 

Nesta quarta-feira, nós é que temos a responsabilidade de mostrar nosso futebol, e queremos ver como se comportará o time em mais um jogo complicado e de marcação forte. Acredito que Tite começará a partida com a mesma equipe que iniciou o outro jogo, com Paulinho no meio e Willian na frente.

Nosso adversário é um time alto e forte, precisamos nossas armas, aproveitando a rapidez dos nossos jogadores e a facilidade que eles têm para o passe e o drible.

Convicção

Daqui a pouco, quando entrarmos em campo, nossos atletas terão a oportunidade de mostrar toda a convicção passada pelo treinador. Tivemos mudanças de planos na lateral e no meio-campo, isso pode ter afetado o rendimento.

Que possamos vencer e convencer, para daí sim, começarmos a sonhar com o título. Se na terça-feira para a Argentina tudo virou tango, que para nós, brasileiros, o jogo desta quarta seja um samba bem alegre.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros