Neto Fagundes: "O Brasil lutou. Perder é coisa do futebol" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Neto Fagundes07/07/2018 | 07h00Atualizada em 07/07/2018 | 07h00

Neto Fagundes: "O Brasil lutou. Perder é coisa do futebol"

Gol no início desestabilizou Seleção e reação veio tarde demais

Neto Fagundes: "O Brasil lutou. Perder é coisa do futebol" Manan VATSYAYANA/AFP
Fernandinho deitado no gramado após o jogo Foto: Manan VATSYAYANA / AFP

O Brasil não fez o que deveria ser feito e fez o que não deveria fazer contra a Bélgica. Um gol contra de início sacudiu a equipe, e um segundo gol logo depois transtornou o time.

Nervosos, passamos a errar passes. Pela qualidade dos nossos jogadores e da comissão técnica, tínhamos condições de chegar, mas é esporte, alguém voltaria para casa.

E fomos nós.

Veio do banco a ideia de Tite de colocar em campo Renato Augusto. Ele fez o gol e, por detalhe, não marcou um segundo que levaria o jogo para a prorrogação, e toda essa história poderia ter terminado de outro modo.

Estrelas opacas

Nossas estrelas não fizeram um bom jogo, Coutinho errou demais, Fernandinho, com o gol contra, se desestabilizou, Neymar ficou longe das melhores atuações e Gabriel Jesus voltou para casa sem nenhum gol.

Tite e sua comissão técnica fizeram o que podiam fazer. A Bélgica já vencia a partida e não havia ainda chutado a gol. Já estava 2 a 1 quando perdemos três chances de empatar. Lutamos. Ser eliminado, infelizmente, faz parte do jogo. Faz parte das coisas do futebol.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros