Lelê Bortholacci: "Inter ainda pode melhorar em alguns aspectos" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Colorada21/08/2018 | 07h00Atualizada em 21/08/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Inter ainda pode melhorar em alguns aspectos"

Mesmo em boa fase, time precisa de atenção para seguir na briga pelo título

Lelê Bortholacci: "Inter ainda pode melhorar em alguns aspectos" Robinson Estrásulas/Agencia RBS
Contamos com Cuesta para cuidar desses rebotes Foto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Que o torcedor colorado e o time estão em absoluta sintonia ninguém tem dúvida. Os últimos resultados, a afirmação no pelotão de frente e a vitória mágica do último domingo mostram isso. Mas cabe, também, uma avaliação do que pode melhorar neste time do Inter. E sempre existe alguma para melhorar.

Leia mais
Inter relaciona Sarrafiore para enfrentar o Bahia
Edenilson aponta diferencial do Inter para ganhar o título: "Intensidade"
VÍDEO: gol de Paolo Guerrero é atração em treino dos reservas do Inter

Algo que me chamou a atenção no jogo contra o Fluminense e se repetiu contra o Paraná: está faltando alguém na "meia-lua" quando a bola é alçada na área do Inter. Foram diversas bolas que caíram ali e sempre nos pés dos adversários. A explicação disso pode estar no fato de que a armação defensiva se concentra no povoamento máximo do espaço interno da grande área. E é fato que, na maioria das vezes, quem ganha as disputas de cabeça ali são nossos jogadores. Mas esse rebote que cai ali, o dia que pegar um adversário que saiba chutar de primeira pode nos complicar. Longe de mim querer dar pitaco sobre o (quase inquestionável) trabalho de Odair Hellmann, mas são lances que me chamaram a atenção.

Falando em Odair, uma boa noticia para ele: Zeca treinou normalmente e embarcou com o grupo para a Bahia. Será presença certa no jogo de amanhã.

Reféns da CBF

O Internacional já foi várias vezes prejudicado por convocações da Seleção: em 2009, por exemplo, chegou a perder Nilmar e Kleber pra primeira partida FINAL da Copa do Brasil. E nunca teve seus jogos adiados. Hoje, o prejudicado é o Grêmio. E reclama, com razão. Daqui um tempo vai ser com o Inter de novo. E assim, seguiremos enquanto os clubes forem reféns da CBF e não se organizarem entre eles.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros