Lelê Bortholacci: "Não tem jogo fácil no Brasileirão" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada15/09/2018 | 07h00Atualizada em 15/09/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Não tem jogo fácil no Brasileirão"

Partida contra a Chapecoense, na segunda-feira (17), certamente será complicada para o Inter

Lelê Bortholacci: "Não tem jogo fácil no Brasileirão" Lauro Alves/Agencia RBS
No primeiro turno, Inter venceu por 3 a 0 no Beira-Rio Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Foi só eu falar que a Chapecoense estaria no Z-4 no jogo de segunda-feira (17), contra o Inter, na Arena Condá, que eles saíram. Na noite de quinta-feira, logo após eu escrever a coluna de sexta-feira (14), venceram o Atlético-PR de virada e saíram da zona da degola, empurrando o Vasco pra lá.

Leia mais
Maior goleador em atividade da história do Inter deve voltar a ser titular em Chapecó
Preparador de goleiros do Inter diz que grande fase de Marcelo Lomba "não é surpresa"
Cotado para vaga de Dourado, Gabriel Dias não é titular no Inter há mais de quatro meses

Não penso que mude muita coisa. A partida segue difícil. Já aprendemos que não tem jogo fácil no Brasileirão. Mas me preocupa muito a possível ausência de Rodrigo Dourada nessa partida. É nosso capitão, melhor volante do campeonato e está jogando o fino da bola. 

Caso ele realmente não tenha condições físicas, especula-se a entrada de Gabriel Dias em seu lugar, numa substituição bem lógica, sem mudar a estrutura do time. Existe, também, a hipótese de deslocar Zeca para a "volância", entrando Fabiano na lateral direita, mas duvido que Odair Hellmann faça isso para começar o jogo. Talvez, com um resultado adverso.

Mapa da Secação 

Jogando só na segunda-feira, o final de semana para nós vai ser de secação. No sábado (15), às 19h, somos todos "Vaxcão" contra o Flamengo. E domingo, às 16h, três dos nossos adversários pelo título jogam fora de casa. 

O São Paulo vai até a Vila Belmiro enfrentar o Santos, do goleador do campeonato, Gabigol. Dá-lhe Peixe! O Palmeiras vai a Salvador enfrentar o Bahia. Bora "Baêa"! Já o Galo disputa o clássico contra o Cruzeiro de Mano Menezes, que está com um pé na final da Copa do Brasil, mas certamente não vai dar mole contra o seu maior rival. Boto fé no time do Mano!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros