Lelê Bortholacci: "A banca paga e recebe" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada02/10/2018 | 07h00Atualizada em 02/10/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "A banca paga e recebe"

Erros de arbitragem fazem parte do jogo, infelizmente

Lelê Bortholacci: "A banca paga e recebe" Mateus Bruxel/Agencia RBS
Erro na marcação de pênalti dominou discussões no RS Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Como era de se esperar, os erros de arbitragem dominaram o debate na aldeia depois da rodada do último fim de semana. Mais precisamente os erros do jogo do Inter. O lance do pênalti fica bem claro que o jogador do Vitória estava fora da área quando abre os braços. Só que a barreira que ele fazia parte, quando foi posicionada, estava dentro da área. Ou seja, ele se adiantou. Tentou ser malandro e acabou se dando mal. Que fique bem claro que um erro não justifica o outro.

Leia mais
CBF manda trio de arbitragem de jogo do Inter à Série B
Conselho do Inter anuncia medidas sobre gestão Piffero
Para ser campeão, Inter não pode apostar só no fator local

Sigo com a convicção que "a banca paga e recebe" quando o assunto é erro de arbitragem. Veja que interessante: este mesmo Vitória, que reclama de um pênalti inexistente domingo, eliminou o Inter da Copa do Brasil deste ano com um pênalti inexistente. Sobre o gol mal anulado do Inter, ok, o juiz apitou antes do chute de Nico, mas o erro impede uma claríssima chance de gol.

A ocasião faz a edição

Mas é claro que ainda temos outras torcidas interessadas no assunto. Dizem eles: "Ah, mas o Inter está sendo muito beneficiado neste Brasileirão". Sim, pode até ser. E isso seria uma grande novidade porque nunca na minha vida eu tinha visto um campeonato nacional em que o Inter tenha mais erros a seu favor do que contra.

Em 2009, antes da final da Copa do Brasil, o Inter editou um DVD com erros de arbitragem a favor do Corinthians. Virou piada nacional. Ontem recebi um vídeo editado por um canal gremista, só com erros a favor do Inter. Conclusão: o que era piada, agora é tratado com seriedade. A ocasião faz a edição.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros