Lelê Bortholacci: "E o centroavante, Odair?" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Colorada27/10/2018 | 07h00Atualizada em 27/10/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "E o centroavante, Odair?"

Inter apostou em mudança de esquema contra o Vasco. Não deu certo

Lelê Bortholacci: "E o centroavante, Odair?" Jorge Rodrigues/Eleven/Lancepress!
Jonatan Alvez entrou e fez o gol. Ele deveria ter começado a partida Foto: Jorge Rodrigues / Eleven/Lancepress!
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Tem coisas que eu nunca vou entender no futebol. O Inter vinha de duas ótimas atuações jogando com Leandro Damião como centroavante de referência. Ao perder este jogador por lesão, Odair Hellmann mexeu na estrutura do ataque ao optar pela entrada de Rossi, deslocando Nico para a posição mais avançada, onde todos sabemos que ele não rende bem.

Leia mais
Presidente do Inter diz que vai liderar movimento para ter VAR no final do Brasileirão
Vice de futebol do Inter dispara contra arbitragem e CBF: "É uma vergonha"
Inter sai na frente e cede empate para o Vasco em pênalti polêmico

Resultado: Nico sumiu do jogo, Rossi acabou colaborando muito mais com a marcação – uma característica dele – e o ataque colorado praticamente não existiu no primeiro tempo. Não foram poucas vezes que vi D’alessandro, Patrick, Fabiano, Iago e Nico com a bola, olhando pra área do Vasco, não encontrando ninguém e sendo obrigados a jogar a bola pra trás.

Aos 17 do segundo tempo, Odair resolveu fazer o mais simples; colocou Jonatan Alvez e o Inter melhorou tanto que – vejam só – marcou seu gol justamente com ele; o centroavante. Que só teve 30 minutos pra jogar dos 90 possíveis.

Mais um lance inventado

Seria o gol da vitória, não fosse um pênalti inventado pela arbitragem, onde o atacante do Vasco mergulha bem antes de encostar na perna de Cuesta. Mas é aquela coisa: a banca paga e recebe. Dessa vez o erro nos prejudicou e só somamos um ponto. Que poderiam ser três se tivéssemos entrado com um centroavante de ofício desde o início.

Agora é torcer por uma vitória do Flamengo neste sábado, contra o Palmeiras no Maracanã. O único resultado que ainda nos manterá na disputa do título.

Assine GaúchaZH e fique por dentro de tudo o que acontece com a dupla Gre-Nal. Acesso ilimitado ao site!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros