Lelê Bortholacci: "Inter e sua torcida mostraram por que estamos invictos em casa" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada15/10/2018 | 07h00Atualizada em 15/10/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Inter e sua torcida mostraram por que estamos invictos em casa"

O Inter segue vivo na briga pelo título. E o próximo passo é, de novo, no Beira-Rio. Seguimos sonhando.

Lelê Bortholacci: "Inter e sua torcida mostraram por que estamos invictos em casa" Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Numa tarde de recorde de público do novo Beira-Rio,  Inter e torcida, juntos, mostraram por que estão invictos em casa no Brasileirão. Mesmo tomando um gol antes dos 5 minutos de jogo (de novo), o time respirou, assimilou a desvantagem e buscou a virada com muita autoridade, força e com a torcida apoiando o tempo inteiro.

O São Paulo só chegou com perigo no lance do gol. No resto do primeiro tempo, Marcelo Lomba assistiu ao jogo. O Inter chegava, mas insistia em cruzamentos na área sem um atacante de referência. Pottker, o jogador mais avançado, se lesionou e deu lugar a Leandro Damião, que ocupou o lugar da peça que faltava. O Inter, que só atacava, fez o gol de empate – absurdamente mal anulado – em bola que Nico recebeu do jogador do São Paulo (a banca paga e recebe).

Leia mais
Lelê Bortholacci: "A importância da gestão profissional para o Inter"
De virada, Inter vence o São Paulo por 3 a 1 e segue na vice-liderança do Brasileirão
Leandro Damião ultrapassa Escurinho na artilharia histórica do Inter

Mas a química entre time e torcida passou por cima da arbitragem. Numa jogadaça de Nico, um cruzamento na cabeça de Damião e veio o empate restabelecendo a justiça no placar.

A virada

A virada veio logo aos sete minutos do segundo tempo, de novo com Damião –foi o seu 105º gol com o manto vermelho. E há quem não goste...

Com a vantagem, o Inter esperou o São Paulo e chegou a correr riscos desnecessários, pois era nítido que, se apertasse um pouco, faria o terceiro. Foi o que aconteceu já nos acréscimos, quando Damião foi derrubado dentro da área e sofreu pênalti convertido por Nico López. O Inter segue vivo na briga pelo título. E o próximo passo é, de novo, em casa. Seguimos sonhando.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros