Lelê Bortholacci: "Inter manteve a esperança depois do final de semana" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 

Paixão colorada08/10/2018 | 07h00Atualizada em 08/10/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Inter manteve a esperança depois do final de semana"

Colorado ainda pode sonhar com o título

Lelê Bortholacci: "Inter manteve a esperança depois do final de semana" Ricardo Duarte/Inter
Rodrigo Dourado estará em campo pelo Inter contra o São Paulo Foto: Ricardo Duarte / Inter
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Depois da ducha fria que levamos sexta-feira à noite em Recife, só os resultados do resto da rodada poderiam manter nossa esperança de ainda disputar o título. E foi isso que aconteceu. Mesmo não somando nenhum ponto contra o fraquíssimo Sport, o Inter se manteve na vice-liderança, agora três pontos atrás do Palmeiras, que venceu o São Paulo, no Morumbi.

Leia mais
A reconstrução administrativa do Inter
Inter oscila nos últimos quatro jogos e Odair minimiza: "Temos 53 pontos"
Após mais um tropeço para time do Z-4, Inter promete reabilitação com vitória em clássico

É bem verdade que agora temos o Flamengo na nossa cola, apenas um ponto atrás, junto do Tricolor paulista, que é justamente nosso próximo adversário. Se o jogo do domingo chegou a ser cogitado como uma “final antecipada” há algumas rodadas, agora passa a ser de uma disputa direta para ver quem não deixará o Palmeiras disparar, caso vença o Grêmio, em jogo que acontecerá simultaneamente ao nosso do Beira-Rio.

As voltas de Cuesta e Edenilson já nos garantem uma estabilidade maior no time. Uma das principais características das derrotas do Inter no campeonato são as ausências de titulares incontestáveis, como, por exemplo, os dois citados acima. 

Considerando que foram quatro desfalques em Recife, entende-se um pouco da derrota. O que eu sigo sem compreender é o que levou os jogadores a demonstrarem aquela apatia em campo, num jogo em que saíram na frente e no qual enfrentavam um adversário completamente desesperado.

Agora ninguém fala nada

Aquele pessoal que urrou semana passada sobre um pênalti mal marcado num jogo em Porto Alegre, neste fim de semana não teve a mesma postura num lance bem semelhante, só que com outro time. Não é mesmo!?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros