Lelê Bortholacci: "Com o River Plate na edição de 2019 da Libertadores, complica ainda mais" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão colorada11/12/2018 | 07h00Atualizada em 11/12/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Com o River Plate na edição de 2019 da Libertadores, complica ainda mais"

Três anos ausentes das competições continentais fizeram com que o Inter despencasse no ranking da Conmebol e ficasse no pote 2 do sorteio dos grupos da competição

Lelê Bortholacci: "Com o River Plate na edição de 2019 da Libertadores, complica ainda mais" Gabriel Bouys / AFP/AFP
River pode ser adversário do Inter já na fase de grupos da Libertadores Foto: Gabriel Bouys / AFP / AFP
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Vencer a Libertadores é o desejo do torcedor de todos os times sul-americanos. E sabemos o quão difícil é. Com a confirmação do River Plate na edição 2019, a coisa tende a ficar ainda mais complicada.

Leia mais
Recuperado de lesão, Danilo Fernandes espera 2019 para abrir disputa com Lomba
O papel de D'Alessandro em seu último ano de contrato com o Inter
Raio X: veja os números da carreira de Luiz Adriano, que está no radar do Inter

Os três anos ausentes das competições continentais fizeram com que o Internacional despencasse no ranking da Conmebol e, com isso, estaremos no pote 2 do sorteio do dia 17. 

No pote 1, temos, além do próprio River, Boca, Grêmio, os uruguaios Nacional e Peñarol, Palmeiras, Cruzeiro e Olimpia, do Paraguai. Como o regulamento não permite cruzamento entre times do mesmo país na primeira fase (só quando eles vêm da pré-Libertadores), já enfrentaremos na largada ou um gigante argentino, ou um grande uruguaio, ou o Olimpia, o time paraguaio mais vencedor. 

A preparação para a nossa volta ao maior torneio do continente não poderá ter falhas.

Pensando grande

Além das dificuldades previstas para a Libertadores, o calendário 2019 vai exigir muito do grupo de jogadores. E me agrada esse movimento da direção — agora reeleita — em pensar grande e tentar a contratação de uma estrela como Luiz Adriano

Sei que a dificuldade é enorme para se concretizar uma negociação desse nível, mas o simples fato de tentar agrada à torcida. Eleva o moral. Autoriza a sonhar. Além de ser acima da média, Luiz é identificado com o clube. E, pelo que se sabe, quer voltar a vestir o manto vermelho. É uma negociação complexa e difícil. Mas o Inter está no páreo.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros