Lelê Bortholacci: contagem regressiva para encarar o Nacional-URU - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada15/05/2019 | 07h01Atualizada em 15/05/2019 | 07h01

Lelê Bortholacci: contagem regressiva para encarar o Nacional-URU

Inter tem confrontos históricos contra o time do país vizinho

Lelê Bortholacci: contagem regressiva para encarar o Nacional-URU Ricardo Duarte/Agencia RBS
Inter eliminou os uruguaios em 2006 Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

 Com as datas confirmadas ontem, está aberta a contagem regressiva para o mata-mata da Libertadores. Internacional e Nacional de Montevidéu se encontrarão pela quarta vez na história do torneio continental, num confronto que já decidiu até título – em 1980 –, quando os uruguaios foram campeões. 

Leia mais
Inter parabeniza Nacional pelo aniversário de 120 anos: "Saludos colorados"
Durante sorteio da Libertadores, Gre-Nal chegou a ter mais de 30% de chance de acontecer 
Nico López parabeniza Nacional-URU e projeta reencontro: “Nos vemos logo”

Históricos à parte, o que nos interessa neste momento é saber que nosso adversário nas oitavas de final tem uma das melhores defesas do campeonato, com apenas dois gols sofridos. O futebol uruguaio pode estar há muito tempo sem vencer a Libertadores, mas está sempre criando muitas dificuldades aos brasileiros e, com frequência, vence jogos por aqui. 

Esse mesmo Nacional venceu o Atlético-MG no Mineirão mês passado, pela fase classificatória. Em 2016 – quando ainda contava com Nico López –, venceu o Palmeiras no Allianz Parque pela primeira fase e eliminou o Corinthians dentro do Itaquerão. Os exemplos estão aí. Engana-se quem acredita numa classificação fácil.

Bastou o sorteio apontar Inter x Nacional para muitos gremistas reviverem a farsa do “roubo” de 2006, quando o Nacional teve dois gols anulados no jogo de volta pelas oitavas, e o Inter passou. Pois um dos gols, realmente, foi mal anulado. O outro, não. O jogo teria sido Inter 0 a 1 Nacional. Mas como no jogo de ida, no Uruguai, nós vencemos por 2 a 1 – com direito a gol antológico de Rentería –, teríamos nos classificado no saldo qualificado. Não deixe que mudem a história real, ok?

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros