Lelê Bortholacci: confronto contra o Palmeiras pode ser um divisor de águas para o Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada11/06/2019 | 07h00Atualizada em 11/06/2019 | 08h01

Lelê Bortholacci: confronto contra o Palmeiras pode ser um divisor de águas para o Inter

Colorado terá o atual campeão e líder do Brasileirão pela frente nas quartas de final da Copa do Brasil

Lelê Bortholacci: confronto contra o Palmeiras pode ser um divisor de águas para o Inter Ricardo Duarte / Inter/Divulgação/Inter/Divulgação
Odair sabe que time que deseja ser campeão não pode escolher adversários Foto: Ricardo Duarte / Inter/Divulgação / Inter/Divulgação
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Existe uma máxima no futebol que diz: "Quem quer ser campeão não escolhe adversário". Pois foi justamente essa ideia que veio na minha cabeça na segunda-feira (10), logo após a realização do sorteio das quartas de final da Copa do Brasil. O Inter terá pela frente o time que nenhum outro queria enfrentar, o clube mais rico do país, o melhor grupo de jogadores, o líder do Brasileirão.

Leia mais
Inter enfrentará o Palmeiras nas quartas de final da Copa do Brasil
"Pegamos o adversário mais difícil", diz dirigente do Inter sobre duelo com o Palmeiras
Uendel projeta duelo contra o Palmeiras na Copa do Brasil e elogia Felipão: "Forte em mata-mata"

O Palmeiras de Felipão – um expert no assunto mata-mata –, sem dúvidas, é o adversário mais difícil do futebol brasileiro na atualidade. Mas, conhecendo o Inter em sua essência, não é o pior dos cenários. Sempre prefiro quando o nosso oponente pinta como favorito. Sem o gol fora como critério de desempate, o confronto fica mais equilibrado, e a diferença pode aparecer em algo que temos a nosso favor: decidir na nossa casa.

Mas, para isso, tudo antes passa pelo jogo de ida, em São Paulo. Será o maior teste de Odair Hellmann como treinador e do seu grupo de jogadores. Muito difícil mesmo. Mas superar esta fase pode se transformar num divisor de águas pra o momento do clube, que há pouco tempo saiu das trevas e agora encontra pela frente a maior força futebolística do país, no campeonato que mais paga prêmios.

Um julho trepidante

Após a Copa América, teremos os dois jogo de mata-mata da Copa do Brasil, os dois da Libertadores e, no meio de tudo isso, um Gre-Nal. Tudo só no mês de julho. Seus exames do coração estão em dia? 

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!  

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros