Lelê Bortholacci: Inter tem chance de se despedir do primeiro semestre com vitória e tranquilidade - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada12/06/2019 | 07h00Atualizada em 12/06/2019 | 07h00

Lelê Bortholacci: Inter tem chance de se despedir do primeiro semestre com vitória e tranquilidade

No Beira-Rio, às 21h30min Colorado recebe o Bahia

Lelê Bortholacci: Inter tem chance de se despedir do primeiro semestre com vitória e tranquilidade Fernando Gomes/Agencia RBS
Odair Hellmann encontrará o time de Roger Machado Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Com a parada que se inicia na quinta-feira (13), o Inter só voltará a campo pelo Brasileirão no dia 14 de julho, em Curitiba, contra o Athletico-PR. Nesta quarta-feira, o Colorado se despede do primeiro semestre futebolístico com um jogo complicado e que pode trazer muita dor de cabeça para Odair Hellmann. 

O Bahia de Roger Machado é muito bem organizado e vem a Porto Alegre querendo conquistar pontos. A invencibilidade e os 100% em casa pesam a nosso favor, é claro, mas temos desfalques bem importantes. Estou curioso para ver o comportamento dos que comparecerão ao Beira-Rio hoje nesta noite, pois a indignação da torcida após a derrota para o Vasco na última rodada foi bem significativa. 

Leia mais
Inter x Bahia: horário, como assistir e tudo sobre o jogo da nona rodada do Brasileirão
Edenilson participa de treino e pode atuar pelo Inter contra o Bahia
Inter poderá ser terceiro no Brasileirão antes da parada para a Copa América

Eu espero, sinceramente, que o treinador e o grupo tenham assimilado os erros da sexta-feira passada e possam executar o padrão de futebol "normal" dos jogos em casa. 

Uma vitória, mesmo que seja pela diferença mínima, mantém o Inter na parte alta da tabela e dará toda a tranquilidade para se executar a melhor preparação possível visando o "super julho" que teremos pela frente. O jogo de hoje é muito mais importante do que você pensa.

A falta do camisa 9

Mais uma vez sem Guerrero, uma das grandes incógnitas do jogo é se o posicionamento de Sobis como centroavante vai dar resultado, coisa que não aconteceu contra o Vasco. Eu testaria ele um pouco mais atrás — no caso da ausência de D'alessandro — e voltaria a usar o "9 de referência" como, por exemplo, Jonatan Alvez. 

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros