Gustavo Manhago: a confiança do Inter para o jogo de volta contra o Flamengo - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Primeiro duelo21/08/2019 | 07h00Atualizada em 21/08/2019 | 07h00

Gustavo Manhago: a confiança do Inter para o jogo de volta contra o Flamengo

Time de Odair Hellmann tem grandes chances de sair vivo do Maracanã

Gustavo Manhago: a confiança do Inter para o jogo de volta contra o Flamengo André Ávila/Agencia RBS
Guerrero será a referência do ataque colorado nesta quarta-feira Foto: André Ávila / Agencia RBS

O confronto entre Inter e Flamengo começa a ser jogado nesta quarta-feira (21), no Maracanã. Mas é improvável que se decida nesta noite. Nem por um lado nem por outro. Não creio em vitória ampla dos cariocas que possa comprometer a esperança colorada no Beira-Rio, na próxima quarta-feira. Em 2019, jogando com time titular, o Inter jamais perdeu por mais de um gol de diferença. E se este é pior resultado possível hoje, os gaúchos voltarão muito vivos do Rio de Janeiro.

Leia mais
Mano a Mano: quem leva a melhor entre Inter e Flamengo
Com Edenilson no grupo e mistério na escalação, Inter desembarca no Rio
Quando o ataque é a melhor defesa: Inter deve ser mais ousado diante do Flamengo no Maracanã lotado

A última derrota por dois gols sofrida pelo time principal do Inter foi justamente para o Flamengo, no dia 6 de maio de 2018, pelo Brasileirão. Faz tempo – e é raro na gestão de Odair. O técnico colorado sempre foi controlado em suas escalações fora de casa. O Flamengo, em alta, será um grande desafio, ainda mais se Edenilson não jogar. Ele viajou, mas confesso não acreditar em sua recuperação.

GABIGOL FORA — A ausência de Gabriel no ataque do Flamengo é maravilhosa para o Inter. Com 24 gols no ano, o atacante é o maior artilheiro do Brasil em 2019. E vai fazer muita falta. Se Edenilson não atuar pelo Inter, as perdas em importância se equivalem. Cada qual com sua função, mas ambos fundamentais nos esquemas de Odair Hellmann e Jorge Jesus.

OLHO NELES — No outro jogo desta quarta pela Libertadores, o Boca Juniors pega a LDU em Quito, às 19h15min. Vale ficar de olho nos argentinos, que estão do outro lado da chave e só enfrentariam a dupla Gre-Nal numa eventual final em Santiago, no fim do ano. Torcemos para Boca e River numa semifinal, como torcemos para Grêmio e Inter do outro lado?

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Grêmio na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros