Lelê Bortholacci: Inter teve derrota da preguiça e da falta de ambição contra o Goiás - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão colorada26/08/2019 | 07h00Atualizada em 26/08/2019 | 07h00

Lelê Bortholacci: Inter teve derrota da preguiça e da falta de ambição contra o Goiás

Equipe colorada perdeu para um time com um jogador a menos

Lelê Bortholacci: Inter teve derrota da preguiça e da falta de ambição contra o Goiás Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação
Inter levou virada no Serra Dourada Foto: Ricardo Duarte / Internacional/Divulgação
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Todo mundo sabe a dificuldade que é jogar no Serra Dourada. O calor de Goiânia é desumano. Tudo que um time quer ao jogar lá, é fazer um gol cedo. Melhor do que isso, só se ficar com um jogador a mais. Pois foi exatamente isso que ocorreu domingo com o Inter

Leia mais
VAR cometeu dois erros na derrota do Inter para o Goiás
O abatimento dos reservas do Inter também aconteceu com os titulares
Melo pede desculpas por atuação do Inter contra o Goiás: "Inadmissível a postura"

Numa ótima assistência de Wellington Silva, o esforçado Guilherme Parede, de ótima atuação, fez o gol colorado. No mesmo lance, o Goiás teve um jogador expulso pelo VAR. Menos de 15 minutos de jogo, 1x0 e o adversário com 10 em campo. Que sonho! 

Quando Odair Hellmann colocou Sarrafiore no lugar do lesionado Rithely, acreditei que o Inter iria pra cima, aproveitando a superioridade numérica. Que nada. O que se viu foi uma atuação burocrática e preguiçosa. 

Sem nenhuma objetividade em ampliar o placar e ainda vendo o Goiás chegar com algum perigo. No segundo tempo, então, piorou. Parecia que era o Goiás que estava com um a mais, tamanha a superioridade em campo. 

Na lata do lixo

Estava claro que fariam o gol de empate. E ele aconteceu. Aí o Inter resolve ir pra cima. Mas porque esperar sofrer o gol de empate pra isso? Realmente fica difícil de entender. Mas sempre pode piorar. E piorou. 

Toda essa preguiça e falta de ambição foi "premiada" com a virada do Goiás, no ultimo lance do jogo, numa falta feita por Klaus, de péssima atuação, ao tentar parar um contra-ataque goiano. Sim, o Inter estava tomando contragolpe de um time com um a menos. 

Sim, o Inter conseguiu perder, de virada, para um time com um jogador a menos. Três pontos jogados na lata do lixo e uma daquelas derrotas que nos trazem as piores lembranças de um passado não muito distante.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão! 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros