Lelê Bortholacci: nunca duvide do poder de nossa camisa - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão colorada23/08/2019 | 08h00Atualizada em 23/08/2019 | 08h00

Lelê Bortholacci: nunca duvide do poder de nossa camisa

A virada na Libertadores é muito difícil? Sim. Mas passa longe de ser impossível

Lelê Bortholacci: nunca duvide do poder de nossa camisa Ricardo Duarte/Divulgação / Internacional
Temos inúmeros exemplos de viradas em nossa história Foto: Ricardo Duarte / Divulgação / Internacional
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Uma derrota como a de quarta-feira abala muito. Ainda mais se pensarmos que tudo corria bem até os 29 do segundo tempo. Os quatro minutos de bobeira custaram muito caro. Contra um time com a qualidade do Flamengo, é assim. 

Leia mais
Nico López perde espaço no Inter e pode ser atração na equipe reserva contra o Goiás
Um dos gols mais bonitos de Fernandão pelo Inter completa 15 anos nesta quinta-feira
Santos em 97 e Banfield em 2010: Inter relembra dois jogos históricos para crer em virada contra o Flamengo

Mas os primeiros 90 minutos dessa disputa já fazem parte do passado. A mobilização para a virada começou logo após o apito final no Maracanã. É muito difícil? Sim. Mas passa longe de ser impossível. Temos inúmeros exemplos de viradas em nossa história. Temos triunfos contra os maiores clubes do país, do continente e do mundo. Temos uma casa onde só nós sabemos o que é possível. 

Se o resultado negativo da primeira partida surgiu em menos de cinco minutos, temos mais 90 para igualar. Os 2,5 mil que apoiaram e cantaram no Maracanã – mesmo após a derrota – agora serão mais de 40 mil. Se o 2 a 0 deixa eles ainda mais favoritos, também dá mais motivação ao nosso grupo. Nunca duvide do poder de nossa camisa vermelha.

Não procure culpados

Uma questão que sempre me chama a atenção na torcida após as derrotas – e isso não é uma exclusividade dos colorados – é a facilidade em apontar culpados, esquecendo-se que do outro lado há um adversário e que os méritos deles podem ser a principal causa do resultado final. Foi isso que vimos na quarta-feira. O torcedor colorado que não caia nessa de "crucificar" este ou aquele. Mesmo que, dentro do campo, sejam 11 contra 11, o Flamengo tem um potencial muito maior de investimento, e isso apareceu justamente nos detalhes. 

É hora de valorizarmos quem nos trouxe até aqui. Vamos pensar positivamente. Temos uma semana para armar uma das maiores vitórias da nossa história.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros