Guerrinha: sem D'Alessandro, Inter fica sem repertório ofensivo - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Desfalque20/09/2019 | 08h00Atualizada em 20/09/2019 | 08h00

Guerrinha: sem D'Alessandro, Inter fica sem repertório ofensivo

Ausência do camisa 10 foi determinante na derrota colorada em casa

Guerrinha: sem D'Alessandro, Inter fica sem repertório ofensivo Ricardo Duarte / Inter/Inter
D'Alessandro desfalcou o Inter no jogo da volta do Inter contra o Athletico-PR, na final da Copa do Brasil Foto: Ricardo Duarte / Inter / Inter

Ficou escancarado.

Quem ainda tinha dúvidas sobre a importância de D'Alessandro no Inter, mesmo aos 38 anos, certamente saiu do Beira-Rio, na quarta-feira (18), lamentando a ausência do gringo, que ainda deve ficar fora por mais alguns dias.

Leia mais
Os fatores decisivos para a derrota do Inter na final da Copa do Brasil
Colunistas opinam: o Inter bateu no teto ou tem chance de ser campeão ainda em 2019?

Sem o camisa 10, o Inter fica com o meio-campo sem repertório, totalmente burocrático, que custa um preço muito alto para os homens mais adiantados, especialmente Paolo Guerrero. O peruano fica na obrigação de encarar marcação dupla, às vezes tripla, quase sempre com bolas que chegam bicudas.

PROEZA — Está ganho o ano. Esse merecido título da Copa do Brasil, conquistado em cima de Flamengo, Grêmio e Inter, entre outros, valeu ao Athletico-PR vaga na Supercopa, na Libertadores e, ainda, um prêmio de R$ 52 milhões.

Depois dessa, dá para dizer que o Furacão já é um dos grandes do nosso futebol.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros