Lelê Bortholacci: o jogo que todos querem ir - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada14/09/2019 | 10h00Atualizada em 14/09/2019 | 10h00

Lelê Bortholacci: o jogo que todos querem ir

Torcida do Inter se movimentou em peso em busca de ingressos para a final da Copa do Brasil

Lelê Bortholacci: o jogo que todos querem ir Mateus Bruxel/Agencia RBS
Colorados vão lotar o Beira-Rio novamente Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

É um problema recorrente e que acontece com todos os grandes clubes que chegam em uma final de campeonato: não cabe todo mundo no estádio. E aí, como se faz? Desde quinta-feira, a torcida do Inter encheu as redes sociais de reclamações, porque todos querem ter o seu lugar na final.

Leia mais
De Doda a Papito, atrajetória de superaçãode Odair Hellmann
Melhores do país: confira as campanhas de Grêmio e Inter no Brasileirão de Aspirantes
Wellington Silva fica fora de viagem e treina com titulares do Inter para final da Copa do Brasil

A direção publicou uma nota oficial onde detalha a divisão de todos os setores do Beira-Rio. E fez muito bem. Mas, para alguns torcedores, isso não é suficiente. Nada será. A única coisa que ele quer é estar dentro do estádio na final. É o jogo em que todos querem ir.

Confesso que não conheço uma solução para sugerir para o Inter resolver este problema, e acho difícil que alguém tenha. Sempre que acontece isso, o motivo é o mesmo, em qualquer lugar do mundo: o grande clube tem muito mais torcedores do que a capacidade do seu estádio. No nosso caso, só de sócios, temos duas vezes e meia a capacidade do Beira-Rio. É inevitável que alguém fique de fora.

Aluguel de carteirinha

Agora, o que me deixa realmente chateado é ver nas mesmas redes sociais pessoas alugando suas carteirinhas por preços abusivos, enquanto outros colorados imploram por uma forma de poder estar no jogo de quarta-feira. Pessoas que não têm vergonha de mostrar que o dinheiro é mais importante do que o amor pelo time do coração. 

Espero que o clube tome uma atitude severa contra esses sócios. Pode ser complexo achar uma solução para todo esse problema, mas para essas situações pontuais de abuso fica bem fácil de resolver. É só querer.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!   

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca