Luciano Périco: por que vejo o Inter como favorito contra o Athletico-PR na final da Copa do Brasil - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Gigante da Galera11/09/2019 | 08h00Atualizada em 11/09/2019 | 08h00

Luciano Périco: por que vejo o Inter como favorito contra o Athletico-PR na final da Copa do Brasil

Gaúchos e paranaenses começam a decidir o título na noite desta quarta-feira

Luciano Périco: por que vejo o Inter como favorito contra o Athletico-PR na final da Copa do Brasil Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Apontar quem tem vantagem em uma decisão é um mero exercício de chute. Acerto com 50% de chance de dar certo. Ainda mais com tudo zerado. Athletico-PR e Inter têm todas as razões para chegar ao título da Copa do Brasil

Penso que o fator local será determinante para definir o campeão, já que as duas equipes são muito caseiras. Ambos transformam seus estádios em verdadeiras arapucas para os adversários. Quem se sair melhor como visitante, já levará uma boa vantagem. 

Leia mais
Athletico-PR x Inter: horário, como assistir e tudo sobre o jogo de ida da final da Copa do Brasil
Mano a Mano: quem leva a melhor entre Inter e Athletico-PR?
Força da Arena da Baixada: em mata-mata, Athletico-PR tem 64% de aproveitamento em casa desde 1999

Com certeza, Arena da Baixada e Beira-Rio estarão lotados. Serão jogos de muita pressão. Ninguém leva vantagem aí. O gramado sintético do Furacão pode ser um elemento a favor dos paranaenses. Os dois técnicos são emergentes, com pequena vantagem para Tiago Nunes, que faturou a Sul-Americana de 2018, a ex-Copa Suruga, no Japão, e títulos regionais. 

O favorito

Analisando as duas equipes que estarão em campo decidindo o título, o Inter leva vantagem nas individualidades, apesar do ótimo desempenho coletivo da equipe de Odair Hellmann. D'Alessandro e Guerrero são protagonistas. Um tem muita qualidade e o outro é matador.

Para abastecer o peruano, a função de Nico López é fundamental. Edenilson faz a máquina funcionar, junto com Patrick e Lindoso. Além da zaga de Moledo e Cuesta, que segura as pontas para Lomba. 

No Athletico-PR, o toque de qualidade é Bruno Guimarães, que fez boa parceria com Léo Cittadini. Marco Ruben, Rony e Nikão são perigosos. Só que o grande destaque dos paranaenses é o senso de equipe. Cada um sabe da sua importância para neutralizar o adversário e criar jogadas. Se for para apostar, coloco minhas fichas no Inter, que está um pouco à frente. 

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!  

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros