Lelê Bortholacci: não vai ser fácil achar um novo técnico - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada12/10/2019 | 09h00Atualizada em 12/10/2019 | 09h00

Lelê Bortholacci: não vai ser fácil achar um novo técnico

Roger Machado, Tiago Nunes, Abel Braga, entre outros, todos com contratos em vigor, certamente não virão

Lelê Bortholacci: não vai ser fácil achar um novo técnico Carlos Macedo/Agencia RBS
Odair Hellmann foi demitido após derrota para o CSA Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Era óbvio que aconteceria. Com a demissão de Odair Hellmann em outubro e a falta de profissionais no mercado, o Inter não tem um novo treinador definido, e as especulações tomam conta do debate esportivo do RS.

Leia mais
Despedida, julgamento e mudanças no time: as notícias mais importantes do Inter nesta sexta-feira
VÍDEO: colunistas de GaúchaZH indicam técnico para o Inter
Na última década, Inter precisou de técnico interino em 24 partidas

Roger Machado, Tiago Nunes, Abel Braga, entre outros, todos com contratos em vigor, certamente não virão. Os nomes disponíveis, como Cuca, Jair Ventura e Oswaldo de Oliveira, passam longe de agradar tanto diretoria quanto torcida. Não vai ser fácil. Por isso, minha preocupação com o final deste ano. Nossa colocação no Brasileirão é boa, e uma campanha de médio aproveitamento daqui até o final, nos garante na Libertadores 2020.

Ficar sem treinador é ruim, é péssimo, ainda mais sem opções de substituição imediata. Mas estamos longe de estar numa situação desesperadora no campeonato, muito pelo contrário.  O interino Ricardo Colbachini, que levou o sub-23 à final do Brasileirão da categoria, assumiu a barca e comandará o time no domingo contra o perigoso Santos. 

O técnico fez treino fechado, mas informações dão conta que Zeca deve assumir a lateral esquerda — uma mudança que Odair se negou a fazer — e D’Ale volta ao time titular. É a hora do grupo de jogadores mostrar serviço. E nada melhor que ter o gringo em campo numa situação dessas. É jogo encrespado e a vitória muito, mas muito, necessária. 

Com tudo que aconteceu desde a perda da Copa do Brasil, não há mais tempo para seguir sofrendo com o trauma da derrota. A luta por uma vaga direta na Libertadores é a meta.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!  

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros