Lelê Bortholacci: treinadores, torcida do Inter e a lógica - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada01/10/2019 | 09h00Atualizada em 01/10/2019 | 09h00

Lelê Bortholacci: treinadores, torcida do Inter e a lógica

Se a relação entre essa parte dos colorados e o técnico não é das melhores, Odair tem uma boa chance de melhorá-la fora de casa

Lelê Bortholacci: treinadores, torcida do Inter e a lógica Mateus Bruxel/Agencia RBS
Odair Hellmann ouviu vaias no último fim de semana, no empate com o Palmeiras Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

No jogo do último domingo, houve um fato que me chamou a atenção. Conversei no primeiro tempo com um torcedor que achava um absurdo a escalação do Inter com “quatro volantes”. Ressalto, mais uma vez, que coloco entre aspas porque não concordo que sejam quatro volantes como estamos acostumados a rotular. Pelo menos três deles têm características de meias. Dizia este colorado da arquibancada que jamais ganharíamos do Palmeiras assim.

Leia mais
Fora contra Palmeiras e Flamengo, Sarrafiore recebe poucas oportunidades mesmo com a ausência de D'Alessandro
Rodrigo Dourado passa por cirurgia e recomeça processo de recuperação no joelho
Sala de Redação: Odair deveria apostar mais nos garotos da base no Inter

No intervalo, encontrei de novo este torcedor e comentei: “Está dando certo”. Ele respondeu: “Vai ficar melhor ainda se ele tirar um dos quatro e colocar um atacante”. No segundo tempo, Odair fez exatamente isso, tirando Nonato e colocando Wellington Silva. Foi quando eu olhei para o lado e vi o mesmo colorado xingando o treinador de “burro”.

Sim, o mesmo torcedor. Parece até um pouco de loucura, mas ser passional é isso aí. Não tem como querer ser muito lógico nas explicações. Se a relação entre essa parte da torcida e Odair não é das melhores, o treinador tem uma boa chance de melhorá-la trabalhando para fazer a equipe trazer resultados positivos dos dois próximos jogos que, coincidentemente, serão disputados longe do Beira-Rio. 

Sábado (5), contra o Cruzeiro, e na quarta-feira da semana que vem, contra o CSA, teremos dois jogos perfeitamente “vencíveis”. Ainda mais se queremos realmente manter a esperança de conquistar uma vaga no G-4 neste Brasileirão.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!  

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros