Lelê Bortholacci: desempenho não convenceu, mas o importante era a vitória - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada10/11/2019 | 19h38Atualizada em 10/11/2019 | 19h38

Lelê Bortholacci: desempenho não convenceu, mas o importante era a vitória

Time colorado fez 2 a 1 no Fluminense, no domingo

Lelê Bortholacci: desempenho não convenceu, mas o importante era a vitória André Ávila/Agencia RBS
Time colorado fez dois gols no primeiro tempo e voltou a vencer Foto: André Ávila / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

O desempenho ainda não convenceu, mas a vitória era o mais importante. E ela aconteceu. Mostrando muito mais vontade do que na última quinta-feira (7), o Inter construiu a vitória no primeiro tempo, com dois gols de William Pottker, que até não estava fazendo um grande jogo, mas mostrou estar muito atento nos dois lances. 

A vantagem construída em menos de cinco minutos acabou gerando um grande alívio no estádio, pois o clima não era bom desde o início, com uma parte da torcida pegando no pé de alguns jogadores. Antes dos gols, era o Fluminense quem tinha levado mais perigo ao nosso gol e só não abriu o placar por causa de Marcelo Lomba.

Leia mais
Da reação aos protestos: a saída de campo do Inter após a vitória sobre o Fluminense
Cotação GZH: veja as notas dos jogadores do Inter na vitória sobre o Fluminense
Inter vence Fluminense e volta à zona de classificação para a Libertadores

O segundo tempo tinha tudo pra ser tranquilo com uma vantagem de 2 a 0. Mas não foi. A bola ficou muito mais tempo com o Fluminense — a posse foi de 60% — e o Inter não conseguia encaixar nenhum contra-ataque. O meio de campo não existia. Era só ligação direta. Nos poucos ataques colorados, a falta de opções de jogada obrigava alguns jogadores a passarem a bola pra trás. E numa dessas, Cuesta escorregou, Wellington Nem aproveitou e o Fluminense marcou. A bola estava no nosso ataque e terminou dentro do nosso gol. Isso não pode acontecer. 

A partir daí, se reforçou a impressão de que o jogo era todo do Fluminense no segundo tempo. Mas os cariocas não conseguiram e o Inter até poderia ter feito mais um numa boa jogada de Parede que Nico Lopez não conseguiu concluir. O importante era vencer e isso aconteceu. Voltamos para a zona de classificação à Libertadores e o próximo jogo é justamente contra um dos principais adversários diretos nessa disputa: o Corinthians, em São Paulo. 

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros