Lelê Bortholacci: a vaga direta na Libertadores ao alcance do Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada03/12/2019 | 07h00Atualizada em 03/12/2019 | 07h00

Lelê Bortholacci: a vaga direta na Libertadores ao alcance do Inter

A duas rodadas do final do Brasileirão, time de Zé Ricardo depende apenas das suas próprias forças para conseguir um lugar na fase de grupos do torneio 

Lelê Bortholacci: a vaga direta na Libertadores ao alcance do Inter Maga Jr/Ofotografico/Lancepress!
Guerrero, sempre ele, decidiu contra o Botafogo no final de semana Foto: Maga Jr / Ofotografico/Lancepress!
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

A vitória contra o Botafogo, somada aos resultados paralelos da rodada, praticamente garantiu o Inter na Libertadores do ano que vem. Mais do que isso, devolveram a chance desta vaga ser direta. Para isso, basta "apenas" o Inter vencer as duas partidas que restam: contra São Paulo, no Morumbi, quarta-feira (4), e diante do Galo mineiro, domingo, no Beira-Rio.

Leia mais
Guerrero despista sobre proposta do Boca e ressalta gratidão ao Inter, mas não garante permanência
Com nova fase goleadora de Guerrero, Inter mantém esperanças de vaga direta aos grupos da Libertadores
Abastecido: média de gols de Guerrero aumentou desde a chegada de Zé Ricardo ao Inter

Tudo poderia ser mais fácil não fosse a queda de rendimento do time nesta reta final de Brasileirão, principalmente em casa. Mas, por outro lado, o aproveitamento longe do Beira-Rio melhorou com Zé Ricardo. E o jogo desta quarta-feira é num palco onde já tivemos vitórias bem significativas. Quem sabe mais uma?

A (pen)última chance

Os jogadores não podem reclamar de chances para classificar o clube diretamente para a fase de grupos do maior torneio do continente. Mesmo depois do mísero ponto somado nos seis disputados em casa contra Fortaleza e Goiás, a sorte voltou a sorrir, e o único time que precisa ser ultrapassado na tabela é justamente nosso próximo adversário.

E nem adianta empatar no Morumbi, só uma vitória sobre o São Paulo dará a chance da confirmação na última rodada. Sem ela, viveremos, pela primeira vez, o martírio da "pré-Libertadores" com dois mata-matas em sequência, no mês de fevereiro – quando os times ainda não adquiriram nem 50% da forma física ideal – e que custa, em caso de eliminação, a perda também da vaga na Sul-Americana.

Não há outra alternativa que não seja atacar o time de Fernando Diniz amanhã. 

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros