Lelê Bortholacci: Coudet deveria repensar o posicionamento de D'Alessandro no Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão colorada18/02/2020 | 07h00Atualizada em 18/02/2020 | 07h00

Lelê Bortholacci: Coudet deveria repensar o posicionamento de D'Alessandro no Inter

Argentino cresceu jogando mais atrás no segundo tempo do Gre-Nal

Lelê Bortholacci: Coudet deveria repensar o posicionamento de D'Alessandro no Inter Mateus Bruxel/Agencia RBS
D'Ale pode ser recuado para a linha de meias Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Tentando deixar para trás a derrota no clássico, é hora de o Inter olhar para frente porque quarta-feira já tem Libertadores, e o jogo tem caráter muito mais decisivo do que o Gre-Nal da semifinal do primeiro turno do Gauchão. E estamos todos curiosos para saber como a derrota foi digerida e como ela se refletirá no ânimo do time.

Leia mais
Rodrigo Lindoso esclarece seu papel no time do Inter: "Não estou jogando de armador"
Artilheiro do Brasil em 2018 e cabeceador: quem é Gustagol, o novo reforço do Inter
Com Pottker e Moisés, Inter embarca para a Colômbia 

Do que vimos no sábado, ninguém tem dúvida de que, se repetirmos o primeiro tempo, não vamos longe na Libertadores, nem em nenhum campeonato. Porém, se jogarmos como no segundo tempo, temos grandes chances de encaminhar bem a classificação. Principalmente se conseguirmos fazer o que, por detalhe, não conseguimos sábado: gols.

Acho difícil que Eduardo Coudet promova mudanças relevantes — mesmo que tenha feito isso no clássico. Deve começar com o mesmo time. Mas duvido que ele não esteja repensando o posicionamento de D'Alessandro, que, no segundo tempo do Gre-Nal, jogou muita bola atuando mais atrás, criando ótimas jogadas de ataque.

Ainda sobre Moledo

Nem sempre o que nós escrevemos aqui é entendido como pensamos. Faz parte. Quando redigi a coluna logo após o jogo e perguntei: "será que tomaríamos o gol de Moledo estivesse em campo?", em momento algum eu estava colocando a culpa do gol em Bruno Fuchs. 

O que eu questiono é o "timing" dele ser promovido a titular, logo num Gre-Nal, tendo realizado apenas alguns treinos na semana. Como já escrevi ontem, vejo nele muito potencial para ser um grande jogador, mas eu não abriria mão do entrosamento entre Cuesta e Moledo logo num clássico onde o detalhe poderia decidir. E decidiu. Espero que tenha ficado mais claro agora.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão! 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros