Lelê Bortholacci: pela primeira vez no ano, sabemos o time que entrará em campo - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada14/02/2020 | 07h00Atualizada em 14/02/2020 | 07h00

Lelê Bortholacci: pela primeira vez no ano, sabemos o time que entrará em campo

Boschilia deve ser a novidade no Inter, que só é favorito porque joga em casa

Lelê Bortholacci: pela primeira vez no ano, sabemos o time que entrará em campo Mateus Bruxel/Agencia RBS
Boschilia foi o grande diferencial na vitória do Inter sobre a Universidad de Chile Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Parece que, pela primeira vez no ano, sabemos exatamente que time entrará campo. A lesão de Patrick praticamente confirma a escalação de Boschilia. O meia, que jogou bem as duas últimas partidas, poderá começar entre os titulares e ter a chance que todo jogador sonha: sequência de partidas. 

Leia mais
O dia do Inter em um minuto: as notícias mais importantes do Colorado nesta quinta-feira
"Não tenho duelo com ninguém", diz Guerrero sobre ausência de Kannemann no Gre-Nal
Mano a Mano: quem leva a melhor no Gre-Nal pela semifinal do Gauchão? 

A lesão de Patrick lhe deixará fora por algumas semanas e, justamente nesse período, teremos jogos importantes e decisivos pelo Gauchão e pela Libertadores. Creio que seja a única novidade em relação ao time que começou contra a La U. No mais, Coudet deve levar a campo o mesmo time já considerado titular para a disputa de seu primeiro Gre-Nal. 

Imagino como o treinador argentino esteja encarando esta partida, sanguíneo do jeito que é. Sabemos que a magia e o ambiente do clássico mexem com os mais experientes que passam por aqui. Chegou a vez dele.

A velha vacina

Adivinhem se não iam começar a jogar o favoritismo para cima da gente? É aquela velha artimanha que não tem erro: se perderem, perderam para o favorito. Se vencerem, exaltam e amplificam a vitória como um grande feito. A verdade é que o Inter é favorito, sim, apenas porque joga em casa. É só estudar o histórico do clássico que se verifica que a maioria das vitórias sempre foi dos mandantes. E só.  

Esse negócio de jogar o favoritismo para o lado de cá de forma absolutamente exagerada, chegando ao extremo de comparar o Inter ao Liverpool, é só para se proteger mesmo. Fica mais fácil.

Ainda não tem o app Colorado ou Tricolor GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter e Grêmio na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros