Lelê Bortholacci: vitória, classificação e uma certeza para o Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão colorada27/02/2020 | 08h48

Lelê Bortholacci: vitória, classificação e uma certeza para o Inter

Colorado bateu o Tolima por 1 a 0, garantiu vaga na fase de grupos e Gre-Nais inéditos na Libertadores

Lelê Bortholacci: vitória, classificação e uma certeza para o Inter Fernando Gomes/Agencia RBS
Inter de Guerrero avançou na Libertadores Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Foi difícil. Foi sofrido. Mas deu. Bastava fazer um gol e não levar nenhum

Leia mais
Inter chega a 90% de aproveitamento no novo Beira-Rio em Libertadores
Inter abrirá nesta quinta-feira check-in para partida contra a Universidad Católica
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Inter na vitória sobre o Tolima

Jogando com a pressão do favoritismo — e o risco de "encerrar" o primeiro semestre antes de março começar — o Inter enfrentou um verdadeiro paredão montado pelo Tolima em frente à área, com destaque para o zagueiro central Quiñones, com 1,95m, que não teve nenhuma vergonha de fazer faltas. Com a complacência do árbitro, ficou mais fácil ainda. 

Fora a cera técnica desde o primeiro minuto de jogo. Num determinado momento, marquei 14 segundos para uma reposição de bola do goleiro. A regra diz que só podem seis. As tentativas por cima, obviamente, esbarravam na alta zaga colombiana.

Mas uma mudança feita aos 40 do primeiro tempo mudou tudo. Marcos Guilherme entrou no lugar de Lindoso. Assim, Edenilson foi para o lugar em que ele mais rende. E foi Marcos Guilherme que deu inicio a uma jogada que, somada com a genialidade de D’Alessandro, deixou Guerrero praticamente dentro do gol. O gol que Guerrero tanto precisava. 

No segundo tempo, tudo se encaminhava para uma classificação tranquila, quando D’Alessandro — em lance bem discutível, pois o adversário deu um carrinho nele — recebeu o segundo amarelo e, mais uma vez, o Inter ficou com 10. Que sina. 

Foram minutos de muita apreensão, mas é bem verdade que somente nos descontos os colombianos tiveram uma grande chance, que Lomba defendeu. O que importa é que nos classificamos. E que Coudet agora tem tempo, e motivos bem claros, para mudar o que vimos até aqui. Se temos a vaga, também temos a certeza do que precisa mudar.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!  

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros