Guerrinha: mesmo com futebol brasileiro paralisado, jogadores do Inter seguem na ativa - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

eSem descanso 30/03/2020 | 07h00Atualizada em 30/03/2020 | 07h00

Guerrinha: mesmo com futebol brasileiro paralisado, jogadores do Inter seguem na ativa

Grupo colorado recebeu cartilha de exercícios para manter a parte física em dia 

Guerrinha: mesmo com futebol brasileiro paralisado, jogadores do Inter seguem na ativa Fernando Gomes/Agencia RBS
Argentino D'Alessandro é o mais experiente da turma do técnico Eduardo Coudet Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Nada de pernas para o ar.

Mesmo em férias, os jogadores do Inter receberam uma cartilha de exercícios para ocuparem o tempo nestes dias longe do centro de treinamento, do estádio, dos treinos normais e, evidentemente, dos jogos.

Leia mais
Elenco do Inter doará cestas básicas e materiais de limpeza para entidades gaúchas
Nos bastidores, Inter mostra insatisfação com CBF durante pandemia do coronavírus

Claro que não é a mesma coisa que fazem na rotina diária, mas a movimentação, com corridas, exercícios, tudo aquilo que se aproxima do que costumeiramente acontece, além da presença de familiares ao lado, deixa toda a turma com a certeza de que vão se reapresentar com o tanque bem abastecido.

Perda

Todos vão perder.

Essa parada obrigatória do futebol, que ninguém sabe quando vai normalizar, significa queda de receita para a grande maioria dos clubes brasileiros. O Grêmio, que tem uma tesouraria equilibrada faz muito tempo, deixará de arrecadar, de acordo com a previsão do presidente Romildo Bolzan, nada menos do que R$ 25 milhões, uma grana que vai fazer falta e alterar a vida de um clube que se acostumou a fechar o balanço anual com saldo positivo.

Chefe

Fim da espera. 

Mesmo sem saber quando a coisa vai voltar ao normal, o Juventude foi ao mercado e bateu o martelo na busca do seu novo treinador para o desafio da Segundona: Pintado.
Aparentemente, uma boa escolha, de alguém que ainda precisa provar e vai encontrar um clube organizado.

Cartomantes

Tomara que aconteça.

A Federção Carioca, por meio do presidente Rubens Lopes, jura de pés juntos que o regional vai chegar ao fim, de acordo com informações que recebeu da CBF.

Alguém da entidade maior, que fez esta promessa, deve fazer bico como cartomante ou ter linha direta com Deus.

Perguntinha

Quando termina a quarentena?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros