Lelê Bortholacci: 10 anos da derrota que foi uma vitória histórica para o Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Colorada21/05/2020 | 07h00Atualizada em 21/05/2020 | 07h00

Lelê Bortholacci: 10 anos da derrota que foi uma vitória histórica para o Inter

Há uma década, Colorado demonstrou raça para garantir vaga em Quilmes

Lelê Bortholacci: 10 anos da derrota que foi uma vitória histórica para o Inter Alejandro Pagni, AFP/
Gol de Giuliano abriu caminho para o bicampeonato da América Foto: Alejandro Pagni, AFP
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Este texto era pra ter sido publicado nesta quarta-feira (20), só que eu me atrapalhei na volta das férias. Acontece. Mas pouco importa. Você vai entender o motivo. Quarta, completaram-se 10 anos daquele histórico jogo em Quilmes, na Argentina, quando perdemos para o Estudiantes de La Plata, mas nos classificamos às semifinais da Libertadores daquele ano graças ao inesquecível "gol da fumaça" de Giuliano

Leia mais
Títulos esquecidos: taça continental em época difícil para o Inter
QUIZ: com qual ídolo do Inter tu mais te pareces?

É difícil — se é que existe — algum colorado que não tenha esse jogo com um dos principais de sua vida. E o mais incrível é que estamos falando de uma derrota. Mas que, no somatório dos 180 minutos do mata-mata, nos valeu a classificação justamente pelo gol feito neste jogo. Fora de casa, contra um multicampeão argentino, que era o atual vencedor da Libertadores, aos 43 do segundo tempo. É a legítima derrota que valeu como uma vitória. 

E sabem por que ela aconteceu? Porque, em nenhum momento daquele jogo quem vestia a nossa camisa desistiu. Jogamos muito mal. A vantagem mínima construída no jogo em Porto Alegre desmoronou antes da metade do primeiro tempo. Mas aquele grupo mostrou, naquela noite, o que sempre queremos ver do Inter em campo: nunca se dar por vencido antes do apito final. 

Honraram a camisa e lutaram

Sabemos que nem sempre a vitória ocorrerá. Mas atletas que honram a camisa e lutem até o fim, até numa derrota — como neste caso —, poderão entrar para história como protagonistas de momentos que serão, para sempre, inesquecíveis.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros