Lelê Bortholacci: a importância dos cuidados com a saúde mental dos atletas  - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada11/06/2020 | 08h00Atualizada em 11/06/2020 | 08h00

Lelê Bortholacci: a importância dos cuidados com a saúde mental dos atletas 

Inter hoje conta com departamento de psicologia à disposição de atletas da base e do grupo profissional

Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Depois de escrever sobre o lamentável episódio do Fabrício na coluna de quarta-feira (10), lembrei imediatamente de uma frase infeliz do ex-presidente Vitório Piffero - que, aliás, tem uma capacidade ímpar de proferir frases infelizes. Ele disse: "O Internacional é um clube de futebol, e não uma clínica", ao ser questionado se a direção não havia falhado ao não ter detectado algum problema na conduta do jogador. 

Leia mais
D'Alessandro lembra chegada em 2008 como momento mais especial no Inter: "Só pensava em fazer o melhor"
Amizade com D'Alessandro, período afastado no Inter e um ano sem jogar: por onde anda Seijas
SuperDupla: Fernandão é eleito o goleador mais importante da história do Inter

Fico me perguntando até hoje, que tipo de "gestor" de um clube do tamanho do Inter ignora a parte psicológica dos atletas que fazem parte do grupo. E não só do principal, mas também - e principalmente - da base. Quantos meninos promissores devem ter ficado pelo caminho por não terem um acompanhamento psicológico? Cada vez mais, essa parte é fundamental para o desenvolvimento de qualquer profissional e, no caso dos atletas é, sim, obrigação do clube. 

Distância da família (ou problemas familiares), superexposição em tempos de redes sociais, grandes quantias de dinheiro fazendo parte da vida de meninos muito jovens, entre outros, são apenas alguns dos motivos que podem bagunçar a cabeça de qualquer um. E é claro que o desempenho técnico e tático de um jogador tem tudo para atingir os melhores resultados justamente se o psicológico estiver bem. 

O bom é que declarações como a de Piffero fazem parte de um passado, e hoje o Inter oferece um departamento de psicologia e um de assistência social a seus atletas, tanto da base como do profissional. E que nunca mais deixe do oferecer. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros