Lelê Bortholacci: Musto não pode ser considerado um mau jogador - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada31/07/2020 | 09h00Atualizada em 31/07/2020 | 09h00

Lelê Bortholacci: Musto não pode ser considerado um mau jogador

Argentino ainda não conquistou boa parte da torcida do Inter

Lelê Bortholacci: Musto não pode ser considerado um mau jogador Ricardo Duarte / Inter/Inter
Musto é jogador de confiança de um treinador que já mostrou que entende do assunto Foto: Ricardo Duarte / Inter / Inter
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Pelo que vimos na quarta-feira (29), o time do Inter pretendido por Eduardo Coudet é aquele que estava jogando em março, quando tudo parou, mas com Saravia no lugar de Rodinei. Imagino, também, que haja dúvida em frente a zaga — entre Musto e Lindoso —, mas como Lindoso se lesionou, Musto deve ocupar a vaga na semifinal do turno contra o Esportivo.

Mesmo que o argentino ainda não tenha conquistado boa parte da torcida colorada, eu não me precipitaria em formar opinião sobre ele baseado nas atuações ruins nos Gre-Nais perdidos deste ano. É jogador de confiança de um treinador que já mostrou que entende do assunto e vem de duas longas paradas, uma por suspensão e outra — como todos os demais jogadores — por causa da pandemia. 

Ficou marcado pelos lances decisivos nos dois clássicos, mas não pode ser considerado um mau jogador. Na Libertadores, por exemplo, teve boas atuações. Ele deve sair jogando porque o Inter vai ter que ir com o que tem de melhor. É jogo único, e as experiências vão ter que esperar um pouco.

Leia mais
Ministério Público do RS arquiva pedido de investigação sobre terreno doado ao Inter para construção do CT
Marchezan não perderá a coerência  e a autoridade, mas deve liberar jogos de Grêmio e Inter
"O Beira-Rio está pronto", diz dirigente do Inter sobre possibilidade de liberação

Um novo Gigantinho 

A definição do consórcio Opus/DCSet para administrar o ginásio colorado por 20 anos é uma excelente notícia não só para o clube, mas para a população de Porto Alegre. São duas das maiores empresas do ramo do entretenimento no Estado, que certamente farão este tradicional espaço da Capital voltar a sediar grandes eventos. E, para isso, darão a ele uma nova cara, compatível com o estádio de Copa do Mundo que existe ao seu lado. Vem aí um novo Gigantinho, de acordo com o que o Beira-Rio e a cidade merecem!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros