Lelê Bortholacci: a fórmula para o time do Inter reconquistar a torcida - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Colorada08/08/2020 | 09h00Atualizada em 08/08/2020 | 09h00

Lelê Bortholacci: a fórmula para o time do Inter reconquistar a torcida

Time encara o Coritiba, neste sábado, na estreia do Brasileirão

Lelê Bortholacci: a fórmula para o time do Inter reconquistar a torcida Marco Favero/Agencia RBS
Inter tem a chance de recuperar a confiança neste sábado Foto: Marco Favero / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

No pior clima possível, o Inter estreia neste sábado (8), no Brasileirão, precisando não só vencer, mas também convencer para amenizar a decepção e a irritação de sua torcida, que desde o final da noite de quarta-feira (5) não poupa críticas ao time, à direção e até ao recém-chegado treinador. 

E se tem uma forma de começar a reconquistar a confiança, é trazendo os três pontos de Curitiba. O adversário vem de uma derrota na final do Campeonato Paranaense, em casa, nos descontos, para o maior rival. Ou seja, estão tão - ou mais - abatidos do que nós. Se um dos aspectos mais citados da derrota no Gre-Nal é o do "psicológico abalado", o Coritiba também está sofrendo com isso. 

Mesmo com o péssimo aproveitamento contra o único time de Série A que jogamos este ano - e tudo que isso resulta -, temos condições de buscar esta vitória. Até porque, se quiser pensar em algo no Brasileirão, o Inter tem que começar vencendo um jogo como esse - fora de casa, contra um time que não é postulante ao título - e embalar uma boa sequência na largada do campeonato, já que, pelo menos, nos seis primeiros confrontos a tabela não apresenta jogos contra os grandes favoritos. 

Leia mais
Yuri Alberto promete ano de "muitas vitórias e títulos" no Inter 
Desfalque de Edenilson abre disputa no meio-campo do Inter para estreia no Brasileirão

Torcida abatida

Não há fórmula melhor do que vitórias para reconquistar uma torcida apaixonada, mas que está abatida e sofrida. E quem pode fazer isso é apenas Coudet, junto de seus comandados.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros