Lelê Bortholacci: com parceria, Guerrero faz a diferença - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Colorada15/08/2020 | 09h00Atualizada em 15/08/2020 | 09h00

Lelê Bortholacci: com parceria, Guerrero faz a diferença

Centroavante conta com a proximidade de Galhardo e Boschilia no ataque

Lelê Bortholacci: com parceria, Guerrero faz a diferença Ricardo Duarte/Inter/Divulgação
Centroavante já marcou dois gols no Brasileirão 2020 Foto: Ricardo Duarte / Inter/Divulgação
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

A ótima atuação contra o Santos mostrou muitas coisas. Uma delas é algo que falo há tempos: Nico López “trancava” o time do Inter, pelo simples fato de que não fazia a bola chegar a Paolo Guerrero.

O tripé de volantes usado por Coudet na quinta-feira (13), com Lindoso, Patrick e Edenilson, é velho conhecido da torcida. Os três se entendem bem e fazem a bola chegar até o ataque. Com o acréscimo de qualidade com Boschilia, fechando a linha de meio, e Thiago Galhardo próximo a Guerrero, ajudando o peruano, as chances de gol aparecem.

Por mais óbvio que seja, nem todo jogador entende que é a coletividade que realmente faz um time vencedor. Ter um centroavante como Guerrero e a bola não chegar nele é um verdadeiro desperdício. Ainda bem que isso faz parte do passado.

Leia mais
Com Yuri Alberto e sem D’Alessandro, Inter embarca para o Rio de Janeiro
Em vestiários opostos: Odair Hellmann e Inter se reencontram neste domingo
Lucas Ribeiro aparece no BID e está liberado para estrear pelo Inter

Tomara que o time possa ser repetido neste domingo (16). O jogo é fora de casa - e contra um adversário em que o treinador conhece melhor do que ninguém nossas características.

Fim da Era Messi?

Foi constrangedor o que o Bayern de Munique fez com o Barcelona na sexta-feira (14), pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Goleada por 8 a 2 e um show de futebol em todos os sentidos.

Como eu disse antes, a coletividade fez toda a diferença. E o Bayern, logicamente contando com muita qualidade técnica, atropelou o time catalão, ofuscando a genialidade de Lionel Messi. Muito se fala que esta pode ter sido sua última partida pelo Barça. Será o fim de uma era?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros