Lelê Bortolacci: se pode jogar, que seja no Beira-Rio e na Arena - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão colorada01/08/2020 | 08h00Atualizada em 01/08/2020 | 08h00

Lelê Bortolacci: se pode jogar, que seja no Beira-Rio e na Arena

Prefeitura liberou retorno dos jogos de futebol a Porto Alegre

Lelê Bortolacci: se pode jogar, que seja no Beira-Rio e na Arena Montagem sobre fotos de Jefferson Botega / Agência RBS/Agência RBS
Beira-Rio e Arena receberão jogos neste final de semana Foto: Montagem sobre fotos de Jefferson Botega / Agência RBS / Agência RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Quando houve o veto aos jogos na Capital, há duas semanas, ficou claro que era uma decisão política. As estruturas preparadas por Inter e Grêmio, em seus estádios, eram das melhores do país. Se o futebol poderia voltar a ser jogado no Rio Grande do Sul, não haveriam lugares mais seguros que Beira-Rio e Arena. Até porque ambos os times já estavam realizando treinos coletivos. 

Mas, não: o prefeito preferiu "dar uma mensagem" à população. O Gre-Nal foi parar em Caxias do Sul. Na semana seguinte, a Dupla já jogava em cidades da Região Metropolitana, literalmente, ao lado de Porto Alegre, em seus centros de treinamentos. O que comprovou ser pura hipocrisia não poderem utilizar seus estádios. 

Mas, tudo bem, estamos diante de uma situação inédita, e as decisões das autoridades precisam mais ser entendidas do que questionadas. É tanta pressão vinda de tantos setores diferentes que me parece aceitável algumas incoerências. Fato é que a "bolha sanitária" do futebol está sendo aprovada em seus testes. E por isso, a dupla Gre-Nal recebe a chance de poder voltar a jogar em casa. 

Leia mais
Inter x Esportivo: horário, como assistir e tudo sobre a semifinal do segundo turno do Gauchão
FOTO: veja como está o gramado do Beira-Rio para sediar Inter x Esportivo

A torcida precisa fazer sua parte 

Para os jogos deste domingo, toda a segurança de dois dos melhores estádios do país, com o rígido protocolo da Federação Gaúcha de Futebol. O futebol precisa — e vai — dar o melhor exemplo possível.

E que as torcidas façam o mesmo. Qualquer aglomeração ou outro ato irresponsável será motivo para um novo veto.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros